Informa-se que a partir do dia 23 de outubro o aspeto destas páginas vai ser alterado.
Caso detete alguma falha, poderá reportar a mesma através do endereço de email helpdesk@uc.pt.
a carregar...

Manuel Portela é Professor Catedrático no Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Doutorado em Cultura Inglesa pela Universidade de Coimbra (2001) e Agregado em Literatura Inglesa (2010). Foi bolseiro de pós-doutoramento da FCT no Institute for Advanced Technology in the Humanities (IATH), da Universidade da Virgínia (2008), e investigador visitante no Departamento de Inglês da Universidade de Maryland (2016). Tem lecionado nos cursos de licenciatura de Línguas Modernas, de Estudos Artísticos e de Ciência da Informação; no curso de mestrado de Estudos Ingleses e Americanos, e no Programa de Doutoramento FCT em Materialidades da Literatura, de que é Coordenador. Foi Diretor do Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, entre 2005 e 2008. É investigador do Centro de Literatura Portuguesa da Universidade de Coimbra desde 2007, sendo o coordenador do Grupo de Investigação "Mediação Digital e Materialidades da Literatura" (2014-2022). Dirige atualmente o Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas, e integra o Conselho Geral da Universidade de Coimbra.

Colaborou como investigador no projeto 'PO-EX '70-'80: Arquivo Digital da Literatura Experimental Portuguesa' (2010-2013, CECLICO, Universidade Fernando Pessoa) e foi o investigador responsável pelo projeto 'Nenhum Problema Tem Solução: Um Arquivo Digital do Livro do Desassossego' (2012-2015, CLP, Universidade de Coimbra). Participou nos seguintes projetos internacionais de investigação: The Reception of British and Irish Authors in Europe (volumes sobre Laurence Sterne, 2004, e Jane Austen, 2007; British Academy e Arts and Humanities Research Council); Consortium on Electronic Literature (CELL, 2013-2015); Network for Digital Humanities Methods in the Arts and Humanities (NeDiMAH, 2015); PERFORMA. El teatro fuera del teatro. Performatividades contemporáneas en la era digital (FFI2015-63746-P) (2016-2019) e Translating Electronic Literature: A Transatlantic Program in Collaborative Digital Humanities (2017-2018).

É autor dos livros Scripting Reading Motions: The Codex and the Computer as Self-Reflexive Machines (MIT Press, 2013) e O Comércio da Literatura: Mercado e Representação (Antígona, 2003). Publicou artigos de investigação em mais de duas dezenas de revistas e livros internacionais (Espanha, França, Holanda, Grécia, Reino Unido, EUA, Canadá, Brasil, Colômbia), incluindo editoras como Oxford University Press, MIT Press, Bloomsbury Academic, Michigan University Press, Brown University Press, Indiana University Press, John Benjamins e Alliance of Digital Humanities Organizations. Coordena, com António Rito Silva, o Arquivo LdoD: Arquivo Digital Colaborativo do Livro do Desassossego (CLP, 2017). Dirige a revista MATLIT: Materialidades da Literatura, fundada em 2013. Curador de várias exposições de literatura experimental, incluindo (com Américo Rodrigues e José Alberto Ferreira) VisoVox: Poesia Visual e Sonora (Fundação Eugénio de Almeida, Évora, 14 de julho-30 de setembro de 2018).Traduziu diversos autores de língua inglesa, entre os quais, Laurence Sterne, William Blake e Samuel Beckett. Recebeu em 1998 o Grande Prémio de Tradução pela obra A Vida e Opiniões de Tristram Shandy (2 vols., 1997-98; 2ª edição, 2014). Em 2019 recebeu o "Prémio FLUC Ensino", atribuído pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra em reconhecimento pela qualidade das suas práticas pedagógicas.

CV CiênciaVitae: https://www.cienciavitae.pt/051C-FC46-0115

CV Orcid: http://orcid.org/0000-0002-6295-6732

 
A sua fotografia
QrCode mportela
QR Code ?