Mestrado em Recursos Geológicos

Objetivos do Curso

Cada edição curso tem por objetivo desenvolver competências avançadas sobre a geologia e recursos geológicos de uma região específica de um país CPLP. É particularmente vocacionado a profissionais de países bem dotados de recursos minerais, mas que não dominam adequadamente os métodos e técnicas específicas para a caraterização daquele tipo de geologia/recursos.Assim o alinhamento de unidades curriculares a abordagens pedagógicas transnacionais, como resposta à mudança de paradigmas na exploração e gestão de georrecursos, permitirá aos estudantes desenvolverem conhecimentos, aptidões e competências de forma autónoma nas áreas da prospeção e exploração de recursos hídricos, minerais e energéticos, de cartografia geológica e temática, na avaliação e gestão de recursos geológicos, na otimização de geotecnologias e desenvolvimento de novos produtos ou materiais e na conservação e requalificação ambiental.
A parceria estabelecida com o Grupo de Escolas de Geociências JBAS, que engloba instituições universitárias do Brasil, Cabo Verde, Angola, Moçambique e Timor Leste, identificou situações mutuamente vantajosas no interesse de se gerar valor acrescentado na forma de transmitir conhecimento.
Neste escopo, a estrutura curricular do 1º ano letivo assenta na delineação de unidades curriculares práticas, teórico práticas e de práticas laboratoriais e na formação prática complementar estruturada em atividades de Semanas de Campo, nacionais e/ou transnacionais.
As semanas de Campo traduzem-se em sessões de treino em áreas centrais do ciclo de estudos. Durante a sua duração os estudantes acentuarão competências e desenvolverão relações positivas e visões compartilhadas sobre domínios e recursos geológicos.

Condições de Acesso e Ingresso

Condições específicas de ingresso: Podem candidatar-se ao acesso ao curso: a) Os titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em Geologia ou áreas afins; b) Titulares de um grau académico superior obtido no estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado em Geologia ou áreas afins; c) Detentores de currículo científico ou profissional cujo mérito seja reconhecido pela coordenação do curso. Cumulativamente os candidatos devem demostrar a adequação e motivação às temáticas atinentes ao Ciclo de estudos, mediante carta de motivação. Sempre que se revele necessário serão realizadas entrevistas de aferição.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Saídas Profissionais

É expectável que a maior parte dos potenciais estudantes deste ciclo de estudos esteja já inserida no mercado de trabalho, pelo que mais do que promover uma nova saída profissional, procura-se valorizar os conhecimentos e potenciar uma maior competitividade nesta área específica de atuação. O titular do grau de “Mestre em Recursos Geológicos Regionais” estará apto a iniciar e/ou a consolidar a atividade profissional nas seguintes empresas e organismos: Empresas de prospeção e sondagens; Empresas de obras públicas; Empresas de exploração de recursos geológicos; Organismos da administração pública; Unidades de investigação; Universidades e outros estabelecimentos de ensino.

Regime de Estudo

Regime diurno, regime de tempo integral, misto

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Português e/ou inglês

Regras de Avaliação

Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas digam respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

O ciclo de estudos proposto objetiva criar uma oferta formativa na área da especialização em recursos geológicos regionais, respondendo, simultaneamente, a uma lacuna formativa do mercado nacional/internacional, particularmente na CPLP, espaço em que o DCT tem investido aprofundadas relações com organismos governamentais.
O ciclo de estudo pretende que os estudantes adquiram competências específicas para:
(1) Efetuar levantamentos geológicos de pormenor e estabelecer cartografia temática de síntese;
(2) Conceber, amostrar e dimensionar projetos de prospeção geológica, geofísica e geoquímica;
(3) Conceber, executar e avaliar projetos de execução, exploração, transformação de recursos minerais, hídricos e energéticos;
(4) Proceder a estudos de avaliação de recursos geológicos com métodos convencionais e/ou geoestatísticos;
(5) Intervir e coordenar projetos de requalificação e de avaliação ambiental estratégica;
(6) Desenvolver a capacidade de investigação e inovação no domínio dos Georrecursos Regionais, numa perspetiva multissetorial.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia

Se for solicitada pelo estudante, será avaliada a possibilidade de creditação de aprendizagem prévia relevante (profissional ou académica), de acordo com o Regulamento de Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional da UC, sem prejuízo da obrigatoriedade de realização da unidade curricular de Dissertação ou Trabalho de Projeto.

Enquadramento Legal da Qualificação

A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, na sua redação atual

Requisitos para Obtenção da Qualificação

Para obter o grau de Mestre, o estudante deverá obter aprovação em 10 unidades curriculares (8 obrigatórias e 2 opcionais), correspondendo a 60 ECTS e realizar com sucesso, alternativamente, uma Dissertação ou um Trabalho de Projeto, que equivalem a 60 ECTS. A conclusão dos 60 ECTS correspondentes ao 1º ano do MRMR confere ao estudante o direito de solicitar o diploma do Curso de Especialização em Georrecursos Regionais.

Acesso a um Nível de Estudos Superior

Este grau permite o acesso ao 3º ciclo, limitado ao quadro de condicionantes definidos por cada programa doutoral.

Plano de Estudos

Recursos Geológicos

Ano lectivo
2019-2020

Tipo de Curso
2º Ciclo - Mestrado de Formação ao Longo da Vida

Qualificação Atribuída: Mestre

Duração: 4 Semestre(s)

Créditos ECTS: 120.0

Categoria: Mestrado de Formação ao Longo da Vida


Candidaturas

Avisos de Abertura