Intervenções Psicológicas nas Perturbações de Sono

Ano
4
Ano lectivo
2019-2020
Código
02033168
Área Científica
Psicologia
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Créditos ECTS
6.0
Tipo
Opcional
Nível
2º Ciclo - Mestrado

Conhecimentos de Base Recomendados

É desejável ter conhecimentos abordados em unidades curriculares prévias como sejam Modelos Comportamentais e Modelos Cognitivos (1º ciclo do MIP), Terapias Cognitivo-Comportamentais em Adultos I e Terapias Cognitivo-Comportamentais em Crianças e Adolescentes I (1º semestre, 4º ano, 2º ciclo do MIP).

Métodos de Ensino

As aulas são de cariz teórico-prático. Iniciam-se com exposição oral dos principais conteúdos programáticos, apoiada por diapositivos. Para melhor ilustrar determinados conceitos ou metodologias, poderão ser visualizados e/ou debatidos vídeos, sítios de interesse na internet, documentos impressos, etc. Procurar-se-á, também, ilustrar cada perturbação de sono recorrendo a casos clínicos concretos (e.g., leitura de excertos selecionados de histórias clínicas), podendo pontualmente ser convidado um especialista com experiência clínica nalguma das temáticas abordadas.  

Resultados de Aprendizagem

~Conhecer padrões do sono normal, ao longo do ciclo de vida.

~Caracterizar as perturbações de sono [PS] (e.g., insónias, parassónias, perturbações do ritmo circadiano sono-vigília), com ênfase para as mais pertinentes em psicologia clínica.

~Enquadrar as PS nos principais sistemas de classificação e diagnóstico, em especial o DSM-5 e a ICSD-3 (classificação internacional de PS).

~Dominar a conceptualização cognitivo-comportamental da insónia crónica e compreender conceptualizações psicológicas de outras PS.

~Descrever os métodos de avaliação das PS mais usados pelos psicólogos.

~Conhecer as chamadas regras de “higiene de sono”.

~Compreender as intervenções comportamentais, cognitivas e não farmacológicas para PS específicas, tais como: insónia (terapia cognitivo-comportamental); pesadelos e outras parassónias (e.g., image rehearsal therapy); trabalho por turnos, atraso de fase e demais perturbações do ritmo circadiano sono-vigília (e.g., terapia com luz); entre outras.    

Estágio(s)

Não

Programa

~Definição de sono e ritmo sono-vigília. Padrões de sono normal (e.g., duração) em várias idades.

~Perturbações do sono (PS) e sua classificação nas DSM e ICSD

~Sintomas, prevalência, etiologia e desenvolvimento das PS mais relevantes em psicologia

~Principais modelos psicológicos da insónia crónica. Conceptualizações psicológicas noutras PS

~Métodos de avaliação de PS mais comummente usados pelos psicólogos

~O início da intervenção: Educação e práticas saudáveis de sono

~Intervenções comportamentais, cognitivas e não farmacológicas em PS: insónia (terapia cognitivo-comportamental); pesadelos, sonambulismo, terrores nocturnos e demais parassónias (e.g. image rehearsal therapy); trabalho por turnos, atraso de fase e outras pert. do ritmo circadiano de sono-vigília (e.g., cronoterapia; terapia com luz); narcolepsia e outras pert. de hipersonolência (e.g., sestas programadas); perturbações respiratórias (e.g., terapia de adesão ao CPAP) e de movimentos relacionados com o sono

Docente(s) responsável(eis)

Ana Cardoso Allen Gomes

Métodos de Avaliação

Avaliação contínua
Outra: 25.0%
Frequência: 75.0%

Avaliação final
Exame: 100.0%

Bibliografia

AASM (2014).International Classification of Sleep Disorders–Third Edition (ICSD-3). Darien, IL

Clemente, V. (2006).Como tratar os doentes com insónia crónica? O contributo da psicologia clínica. Revista Portuguesa de Clínica Geral,22, 635-44

Hauri, P. (2016).The Sleep Disorders (updated web version). A Publication of the National Sleep Foundation reviewed by its appointed expert panel. Acesso livre: http://sleepdisorders.sleepfoundation.org/

Marques, D., Gomes, A.A., Clemente, V.…(2015).Hyperarousal and failure to inhibit wakefulness in primary insomnia. Sleep and Biological Rhythms, 13,219-28

Morin, C. (2011).Psychological and behavioraltreatments for insomnia I: Approaches and efficacy. In M. Kryger, T. Roth & W. Dement (Eds.).Principles and Practice of Sleep Medicine(5ed.) (pp. 866-83). Missouri: Elsevier Saunders

Morin, C.M.& Espie, C.A. (Eds.) (2012).The Oxford Handbook of Sleep and Sleep Disorders. IV.Series: Oxford Library of Psychology. New York: Oxford University Press