Economia e Políticas de Segurança Social

Ano
0
Ano lectivo
2018-2019
Código
01015801
Área Científica
Área Científica do Menor
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Duração
Semestral
Créditos ECTS
6.0
Tipo
Opcional
Nível
1º Ciclo - Licenciatura

Conhecimentos de Base Recomendados

Microeconomia I e II, Macroeconomia I e II, Economia Pública, Capacidade de ler textos em inglês.

Métodos de Ensino

O ensino baseia-se em aulas teórico-práticas. As aulas compreendem a apresentação dos conteúdos do programa, baseada no método expositivo, seguida da problematização e discussão dos temas tratados. Estimula-se a presença e a participação activa dos estudantes nas aulas, incentivando-os a problematizar e discutir os temas em análise.

Resultados de Aprendizagem

A unidade curricular visa: fornecer conhecimentos básicos e instrumentos de análise de Segurança Social (SS); familiarizar os estudantes com diferentes perspectivas económicas de análise da SS; clarificar a relação entre paradigmas de política económica e de política social.

Após completar esta unidade curricular, espera-se que os estudantes sejam capazes de:

  • Conhecer a finalidade e os objectivos das políticas de SS (numa perspectiva evolutiva), bem como o modo de organização dos sistemas de SS;
  •  Conhecer o contexto económico, social e político em que emergiram e se desenvolveram os sistemas de SS;
  • Compreender como diferentes correntes de pensamento económico originam diferentes conceptualizações da SS;
  • Compreender como diferentes paradigmas de política económica e social se articulam;
  • Desenvolver capacidades de aprendizagem e reflexão crítica sobre temas de SS;
  • Comunicar, oralmente e por escrito, conhecimentos, raciocínios e conclusões com rigor e clareza.

Estágio(s)

Não

Programa

1- Introdução  
a.Insegurança económica e Segurança Social
b.Políticas e sistemas de Segurança Social
c.Emergência e desenvolvimento dos sistemas de Segurança Social
2-Análise económica da Segurança Social
a.A abordagem convencional sobre os fundamentos da intervenção do Estado: falhas de mercado, paternalismo e justiça social
b.A perspectiva keynesiana
c.A crítica monetarista do Estado de bem-estar
d.Controvérsias teóricas sobre os sistemas de pensões de repartição, a sua natureza e viabilidade
i.O debate Lerner-Samuelson
ii.A visão de Feldstein versus a perspectiva keynesiana
3-Paradigmas de política económica e paradigmas de política social
a.Políticas económicas e sociais na fase de expansão dos sistemas de segurança social
b.Políticas económicas e sociais na fase de retracção: políticas neoliberais; a perspectiva do investimento social
c.Mudança de paradigma nas pensões: as reformas dos sistemas de pensões na Europa e no mundo.

Docente(s) responsável(eis)

Maria Clara Papão Franjoso Murteira

Métodos de Avaliação

Avaliação
Periódica ou por exame, a definir na ficha por edição: 100.0%