Representação da Informação: Linguagens Vocabulares

Ano
0
Ano lectivo
2018-2019
Código
01013746
Área Científica
Área Científica do Menor
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Duração
Semestral
Créditos ECTS
6.0
Tipo
Opcional
Nível
1º Ciclo - Licenciatura

Conhecimentos de Base Recomendados

NA

Métodos de Ensino

As aulas de natureza teórico-prática incluem exposição e a constituição de grupos de discussão, nos quais serão desenvolvidos, debatidos e sintetizados temas selecionados sob orientação da docente. Recorrer-se-à, também, à leitura e interpretação de textos, essencialmente normativos, assim como a exercícios práticos nos quais os/as alunos/as terão contacto com os instrumentos de trabalho deste tipo de linguagens.

A classificação final da disciplina será o resultado dos seguintes elementos: assiduidade, participação nas aulas e nota dos testes individuais.

Resultados de Aprendizagem

No final do semestre, os/as alunos/as deverão, em termos gerais:

1. Conhecer os fundamentos gerais e a aplicação de alguns instrumentos de linguagem vocabular controlada e não-controlada;

2. Compreender o papel desempenhado por estes instrumentos na recuperação da informação em catálogos e bases de dados;

3. Conhecer as novas estruturas de representação e recuperação da informação surgidas em ambientes de inteligência artificial.

Em termos específicos, deverão:

a) Apreender os fundamentos gerais, características e a estrutura dos diversos instrumentos de linguagem vocabular (listas de termos livres, listas de encabeçamentos de matérias e tesauros);

b) Assimilar os fundamentos e os principais procedimentos e técnicas de aplicação deste tipo de linguagens, contextualizando-os num serviço concreto;

c) Apresentar as potencialidades e a mais-valia de cada um destes tipos de linguagens e a sua complementaridade;

d) Apresentar as suas valências na pesquisa bibliográfica por assunto.

Estágio(s)

Não

Programa

Linguagens vocabulares: Linguagens não controladas e controladas: Breve apontamento histórico sobre as linguagens vocabulares.

1. Linguagem não controlada: fundamentos, características e função;

1.1. Listas de termos livres: características e função.

2. Linguagens vocabulares controladas: fundamentos, características e função;

2.1. Lista de encabeçamentos de matéria: origem, contextualização, fundamentos e características gerais;

2.1.1. Tipologia, composição e orientações metodológicas para a sua construção;

2.1.2. As listas de encabeçamentos e as novas tecnologias;

2.2. Tesauros: origem, contextualização, fundamentos e características gerais;

2.2.1. Tipologia; composição e orientações metodológicas para a sua construção;

2.2.2. Os tesauros e as novas tecnologias.

3. Ontologias, taxonomias e folksonomias: definição, função e características.

Docente(s) responsável(eis)

Maria da Graça Melo Simões

Métodos de Avaliação

Avaliação
Assiduidade e particpação nas aulas : 25.0%
Mini Testes: 75.0%

Bibliografia

Cabré, M. T. (1993). La Terminología: teoría, metodología, aplicaciones. Barcelona: Ed. Antártica/Empúres,

Chaumier, J. (1986). Analisis y lenguajes documentales: el tratamiento lingüístico de la información documental. Paris: Editorial Mitre.

Gil Leiva, I. (2008). Manual de indización: teoría e práctica. Gijón: Ediciones Trea.

Lancaster, F. W (2002). El control del vocabulario en la recuperación de información. València: Universitat de València.

Moreiro Gonzalez, J. A. (2006). La representation y recuperación de los contenidos digitales: de los tesauros conceptuales a las folksonomías. In: Tendencias en documentación digital (81-108). Gijón: Trea.

Simões, M. G. (2007). Da abstracção à complexidade formal: relações conceptuais nos tesauros. Coimbra: Almedina.

Soergel, D. (1985). Organizing information: Principles of data base and retrieval systems. San Diego: Academic Press