Arte e Multimédia

Ano
0
Ano lectivo
2018-2019
Código
01012660
Área Científica
Área Científica do Menor
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Duração
Semestral
Créditos ECTS
6.0
Tipo
Opcional
Nível
1º Ciclo - Licenciatura

Conhecimentos de Base Recomendados

NA

Métodos de Ensino

Apresentação oral, exposição teórica, descrição e análise de obras multimédia, uso de recursos de investigação em linha, debates, trabalhos de grupo e escrita de blog.

A disciplina funciona em regime de avaliação contínua e de avaliação final. A avaliação contínua inclui um teste (25%), uma apresentação oral (25%), escrita para o blogue (25%, http://digartdigmedia.wordpress.com/), e um trabalho individual (25%, c. 1500 palavras). A avaliação contínua pressupõe um mínimo de 75% de presenças nas aulas lecionadas. A avaliação final implica a realização de um exame escrito (100%).

Resultados de Aprendizagem

No final do semestre, os/as alunos/as deverão ser capazes de:

a) descrever o processo histórico de integração das artes e dos média (séculos XIX e XX);

b) compreender a dimensão interdisciplinar e intermédia de diversas práticas artísticas contemporâneas (em particular nas artes do espetáculo e nas artes digitais);

c) descrever modos de retroação entre tecnologia e arte;

d) compreender os processos de multimediação na arte atual como extensão da multimediação característica da cultura digital.

Estágio(s)

Não

Programa

Este programa centra-se na descrição da relação entre os processos de integração das artes e os processos de integração dos média. A observação das práticas multimédia e intermédia contemporâneas será precedida por uma reflexão sobre a especificidade do regime de representação das artes e do regime de inscrição dos média nos séculos XIX e XX. A grelha simbólica da representação artística tradicional (literatura, pintura, música, escultura, teatro, dança) é contrastada com a inscrição automática característica da representação fotográfica, fonográfica, cinematográfica, videográfica e cibernética. Refletimos ainda sobre o modo como a reprodução técnica retroage sobre as próprias práticas e formas artísticas, modificando-as. A reprodutibilidade digital dos novos média, dependente do processamento computacional, originou uma estética de base de dados que incrementa a recombinação convergente de disciplinas artísticas e de meios tecnológicos.

Docente(s) responsável(eis)

Manuel José de Freitas Portela

Métodos de Avaliação

Avaliação
Trabalho de investigação: 25.0%
Projecto: 25.0%
Outra: 25.0%
Mini Testes: 25.0%

Bibliografia

Benjamin, Walter (2006). 'A Obra de Arte na Época da sua Possibilidade de Reprodução Técnica', in A Modernidade, Org. e tradução de João Barrento, Lisboa, Assírio & Alvim, pp. 207-241.

Frischer, Bernard (2009). ‘Art and Science in the Age of Digital Reproduction: From Mimetic Representation to Interactive Virtual Reality’, in Proceedings of the I Congreso Internacional de Arqueología e Informática Gráfica, Patrimonio e Innovación, Sevilla.

Kittler, Friedrich A. (2010). Optical Media. Cambridge: Polity Press.Manovich, Lev (2013). Software Takes Command. London: Continuum.

Murray, Janet H. (2012). Inventing the Medium: Principles of Interaction Design as Cultural Practice, Cambridge, MA: MIT Press.

Packer, Randall and Ken Jordan, eds. (2002). Multimedia: From Wagner to Virtual Reality. New York: Norton.