Arqueologia Pré-histórica Peninsular

Ano
0
Ano lectivo
2018-2019
Código
01011022
Área Científica
Área Científica do Menor
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Duração
Semestral
Créditos ECTS
6.0
Tipo
Opcional
Nível
1º Ciclo - Licenciatura

Conhecimentos de Base Recomendados

NA

Métodos de Ensino

Aulas presenciais, teórico-práticas, integrando iconografia específica, a análise crítica de textos, projeção de filmes documentais, realização de trabalhos, individuais e de grupo, etc. A avaliação é periódica.

Resultados de Aprendizagem

Pretende-se que os alunos sejam capazes de:

1. identificar os particularismos geográficos da Península Ibérica durante o Plistocénico e os inícios do Holocénico;

2. conhecer as sociedades de caçadores-recolectores e as primeiras comunidades agrícolo-pastoris da região;

3. identificar os processos de emergência das sociedades hierárquicas e complexas da Península Ibérica;

4. reconhecer a diversidade dos processos de mudança cultural.

5. integrar esse conhecimento no contexto da Europa, do Mediterrâneo e do resto do mundo.

Estágio(s)

Não

Programa

1. O Quaternário na Península Ibérica: quadro paleoclimático geral.

2. Os mais antigos testemunhos do homem na Península Ibérica.

2.1. Paleolítico inferior.

2.2. Paleolítico médio.

2.3. Paleolítico superior.

2.4. Mesolítico.

3. As sociedades de caçadores-recolectores do Paleolítico e do Mesolítico.

3.1. Utensilagem, caracterização dos sítios ocupados, modos de subsistência.

3.2. As práticas funerárias e a arte.

4. As primeiras comunidades agro-pastoris.

4.1. A “neolitização” da Península Ibérica.

4.2. A arte e a arquitetura monumental funerária do IV milénio a. C.

5. O Calcolítico na Península Ibérica.

5.1. Economia e sociedade: as redes de intercâmbio transregionais e a metalurgia.

5.2. O “fenómeno” do vaso campaniforme.

5.3. Diversidade do comportamento simbólico-religioso.

6. A Idade do Bronze na Península Ibérica.

6.1. Regionalismos e diversidade cultural.

6.2. Práticas funerárias e cultuais da Idade do Bronze.

Docente(s) responsável(eis)

Domingos de Jesus da Cruz

Métodos de Avaliação

Avaliação continua
Frequência: 50.0%
Trabalho de síntese: 50.0%

Bibliografia

BARANDIARÁN, I.; MARTÍ, B.; ÁNGELES DEL RINCÓN, M.; LUÍS MAYA, J., Prehistoria de la Península Ibérica, Barcelona, Ariel, 1998.

BICHO, N. F., Manual de Arqueologia Pré-histórica, Lisboa, Edições 70, 2006.

CARDOSO, J. L., Pré-história de Portugal, Lisboa, Editorial Verbo, 2002.

GAMBLE, C., Las Sociedades Paleolíticas de Europa, Madrid, Editorial Ariel, 2001.

JUAN EIROA, J., Nociones de Prehistoria General, Barcelona, Editorial Ariel, 2000.

RUIZ-GÁLVEZ PRIEGO (ed.), La Edad del Bronce. Primera Edad del Oro de España? Sociedad e Ideologia, Barcelona, Editorial Critica Arqueologia, 2001.

ZILHÃO, J. (ed.), Les premiers hommes modernes de la Péninsula Ibérique, Lisboa, Instituto Português de Arqueologia, 200 [Trabalhos de Arqueologia, vol. 17].

VV.AA., A Idade do Bronze em Portugal. Discursos de poder, Lisboa, SEC/IPM/MNA, 1995. VV.AA., Pré-história Recente da Península Ibérica, Porto, ADECAP, 2000 [Actas do 3.º Congresso de Arqueologia Peninsular, vol. IV].