Introdução à Arqueologia

Ano
0
Ano lectivo
2018-2019
Código
01011000
Área Científica
Área Científica do Menor
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Duração
Semestral
Créditos ECTS
6.0
Tipo
Opcional
Nível
1º Ciclo - Licenciatura

Conhecimentos de Base Recomendados

NA

Métodos de Ensino

Aulas teórico-práticas, com recurso a PowerPoint. Algumas aulas terão um carácter mais prático, com base na análise de textos (indicados na primeira aula), perspetivando-se debates temáticos.

Resultados de Aprendizagem

O conteúdo programático desta unidade curricular tem como objectivos iniciar os alunos na aprendizagem e no debate metodológico da Arqueologia, desde que esta surgiu e se formou como disciplina independente até à actualidade.

Pretende-se que compreendam os mecanismos de trabalho (métodos, técnicas e práticas) e as perspetivas de investigação. Que aprendam a analisar e interpretar as diferentes periodizações arqueológicas, os principais conceitos, as fontes objecto de estudo, os métodos e as práticas de actuação / investigação.

Estágio(s)

Não

Programa

1. Introdução

1.1 Apresentação, objetivos e metodologia

1.2. Introdução ao estudo da disciplina: os principais conceitos

1.3. As periodizações em Arqueologia

2. A evolução do pensamento arqueológico

2.1. Para uma história geral da Arqueologia

2.2. Os pioneiros da Arqueologia portuguesa

2.3. Das sínteses teóricas aos métodos de investigação

3. Dos vestígios às práticas de actuação

3.1. Os diferentes tipos de vestígios arqueológicos

3.2. O trabalho de campo e de gabinete

3.3. Do estudo à divulgação e salvaguarda do Património

4. A dimensão inter e transdisciplinar da Arqueologia

4.1. A Arqueologia e as outras ciências

4.2. Métodos de datação absoluta em Arqueologia

4.3. A Arqueologia e as Arqueociências

4.4. Síntese e perspetivas de investigação

Docente(s) responsável(eis)

Raquel Maria da Rosa Vilaça

Métodos de Avaliação

Avaliação continua
Trabalho de síntese: 25.0%
Frequência: 75.0%

Bibliografia

AA.VV (1999), Al-Madan. Especial século XX, II Série, nº 8, Almada.

AA.VV. (2003), Trabalhos de Arqueologia, 29, IPA, Lisboa.

ALARCÃO, J. e BARROCA, M. (Dir.), (2012), Dicionário de Arqueologia Portuguesa, Porto.

ALARCÃO, J. (1996) – Para uma Conciliação das Arqueologias, Porto. BAHN, Paul (1996), Archaeology: a Very Short Introduction, Oxford University Press

FELIPE BATE, L. (1998) – El Proceso de Investigación en Arqueología. Barcelona.

GAMBLE, Clive (2001) – Archaeology: the Basics, London and New York.

GREENE, K.; MOORE, T. (2002), Archaeology: An Introduction, London and New York.

MIGNON, M. R. (1993) – Dictionary of Concepts in Archaeology. Connecticut – London.

MOBERG, Carl-Axel (1981), Introdução à Arqueologia, Lisboa.

RENFREW, C.; BAHN, P. (2004), Archaeology: Theories, Methods and Practice, 4.ª ed., London.