Teorias do Jornalismo

Ano
0
Ano lectivo
2018-2019
Código
01010652
Área Científica
Área Científica do Menor
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Duração
Semestral
Créditos ECTS
6.0
Tipo
Opcional
Nível
1º Ciclo - Licenciatura

Conhecimentos de Base Recomendados

Não aplicável.

Métodos de Ensino

Aulas teórico-práticas ministradas com recurso ao método expositivo combinado com o método ativo, permitindo que sobre cada um dos conteúdos programáticos os e as estudantes realizem, em grupo ou individualmente, atividades pedagógicas.

Resultados de Aprendizagem

Reconhecer as várias etapas de consolidação dos estudos do jornalismo como parte da investigação da comunicação de massas;

Demonstrar conhecimento no domínio de um conjunto teórico abrangente de teorias, perspetivas e de conceitos acerca do jornalismo, reconhecendo os respetivos estímulos epistemológicos;

Adquirir competências para a compreensão do jornalismo a partir da sua matriz institucional e comunicacional, traduzida no entendimento da prática profissional como construída no interior de instâncias sociais com lógicas, linguagens e práticas próprias;

Desenvolver capacidade crítica para identificar e problematizar os princípios normativos relacionados com o exercício do jornalismo.

Estágio(s)

Não

Programa

Parte I – A investigação dos efeitos dos média e os estudos do jornalismo

1. Linhas da investigação dos efeitos da comunicação de massas

2. A fixação da «agenda»

3. A espiral do silêncio

Parte II – Conceitos e modelos normativos do jornalismo

4. Modelo ocidental

5. Modelo socialista

6. Modelo de desenvolvimento

7. Modelo democrático-participativo

Parte III – Teorias do Jornalismo

8. Teoria do espelho

9. Teorias da ação pessoal e da ação política

10. Teoria organizacional

11. Teoria construtivista

12. Teoria estruturalista

13. Teoria interacionista

Parte IV – Valores informativos e produção de notícias

14. Pressupostos normativos da redação jornalística

15. Critérios de noticiabilidade

16. Rotinas produtivas e fontes jornalísticas.

Docente(s) responsável(eis)

João Manuel Santos Miranda

Métodos de Avaliação

Avaliação
Trabalho de síntese: 25.0%
Trabalho de investigação: 25.0%
Frequência: 50.0%

Bibliografia

Kunczik, M. (2002). Conceitos de Jornalismo, São Paulo: Universidade de São Paulo.

ConcHanitzsch, T. e Wahl-Jorgensen, K (2009) [eds.]. The Handbook of Journalism Studies, New York, London: Routledge.

McCombs, M. (2004). A Teoria da Agenda: A Mídia e a opinião pública, Petrópolis: Editora Vozes.

McQuail, D. (1991). Introducción a la Teoria de la Comunicación de Masas, Barcelona: Paidós.

Mesquita, M. (2004). O Quarto Equívoco, Coimbra: MinervaCoimbra.

Schudson, M. (2010). Descobrindo a Notícia: Uma história social dos jornais nos Estados Unidos, Petrópolis: Editora Vozes.

Sousa, J. P. (2000). As Notícias e os Seus Efeitos, Coimbra: MinervaCoimbra.

Traquina, N. (2002). Jornalismo, Lisboa: Quimera.

Traquina, N. (1993) [org.]. Jornalismo, Questões, Teorias e «Estórias», Lisboa: Veja.

Traquina, N (2000)  [org.]. O Poder do Jornalismo: Análise e textos da teoria do Agendamento, Coimbra: MinervaCoimbra.

Traquina, N. e Mesquita, M. (2003). Jornalismo Cívico, Lisboa: Livros Horizonte.