Consumo e Sustentabilidade: Temas de Interface da Psicologia Aplicada à Conduta do Consumidor e à Relação com o Ambiente

Ano
3
Ano lectivo
2019-2020
Código
01009985
Área Científica
Psicologia
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Créditos ECTS
6.0
Tipo
Opcional
Nível
1º Ciclo - Licenciatura

Conhecimentos de Base Recomendados

NA

Métodos de Ensino

1.Apresentação oral
2.Recensão crítica e análise de artigos científicos,
3.Discussão em grupo
4.Realização de exercícios em aula ou de campo, de âmbito restrito, para fins de treino e transferência de conhecimentos (ex: ratings de estímulos, observação, recolha de dados, construção ou resposta a questionário ou entrevistas; análise de materiais de difusão ou outros)
5.Trabalhos de síntese sobre modelos e práticas de intervenção;
6.Trabalhos de resolução de problemas com pesquisa bibliográfica e aplicação a dados problemas/ comportamºs ambientais

Resultados de Aprendizagem

1.Identificar problemas ambientais e fatores societais e comportamentais
2.Aplicar teoria psicológica à compreensão das condutas do consumidor e da mudança comportamental com impacto no ambiente e pró-ambientais; Apreender relações interdisciplinares neste domínio.
a.Identificar processos psicológicos da conduta e das relações sistémicas com o ambiente.
b.Identificar abordagens e a teoria psicológica subjacente à investigação da conduta e da mudança comportamental nesta área.
3.Saber analisar criticamente textos académicos (por ex., relatórios de investigação) e conteúdos dos média, sobre problemas e comportamentos ambientais e discutir oralmente ou por escrito o seu suporte teórico e empírico, e implicações relativas à mudança.
4.Transferência de conhecimentos e leitura crítica do real, mediante exercícios de resposta a questionários, entrevistas, e análise de materiais de difusão.
5. Pesquisa bibliográfica de investigação corrente subordinada a problemas e temas específicos.

Estágio(s)

Não

Programa

1.Conceito de sustentabilidade. Perspetivas sobre a psicologia para a sustentabilid.
2.Fatores societais e os problemas ambientais
3.Perspetivas morais e normativas do comp. pro-ambiental: o Novo Paradigma Ecológico ; Modelo Valores_Crenças_Normas
4.Resposta h. à Natureza: Biofilia, e hipóteses dos efeitos da exposição aos estímulos naturais.
5.O pensamento moral nos juízos sobre danos ao ambiente.
6.Comportº ambiental e pró-ambiental; processo estudo e modificação dos comportºs.
7.Fatores e modelos explicativos
a. normas sociais, seus tipos e influências;
b.Custos e benefícios: a Teoria da Ação Planeada;
c.O Afeto
d.O hábito
e.Fatores contextuais
8.Teorias integrativas: teoria do objetivos enquanto quadros mentais.
9.Intervenção baseada em princípios psicológics em marketing social, intervençs organizacionais; educ. ambiental; campanhas de comunicação e difusão e advocacia social. Modelo dos Estádios de transição na mudança do comportº auto-regulado em prol ambiente

Docente(s) responsável(eis)

Maria São João Castilho Breda

Métodos de Avaliação

Avaliação
Trabalho laboratorial ou de campo: 30.0%
Trabalho de investigação: 30.0%
Trabalho de síntese: 40.0%

Bibliografia

•Clayton, S. & Myers, G. (2015). Conservation Psychology: understanding and promoting human care for nature 2ed. Wiley-Blackwell.

•Steg,L.. Van den Berg, A.E. & de Groot, J.I. (eds) (2013). Environmental Psychology: An Introduction. Madden & Oxford: British Psychological Society and John Wiley & Sons.

•Gardner, G.T. & Stern, P.C. (2002). Environmental Problems and Human Behavior. Boston: Pearson Learning Solutions.

•Jackson, T. (2005). Motivating Sustainable Consumption. Report to the Sustainable Development Research Network. Univ. of  Surrey.

•Breda, SJ, Lopes, M. & Mónico, L. (2017). Cultural values and the role of trust in agents and technology in consideration of the dynamic prices electric grid and efficiency at home. Proceedings of the 23rd International Sustainable Development Research Society Conference. Bogotá, Colombia.