Neuropsicologia do Envelhecimento

Ano
4
Ano lectivo
2019-2020
Código
02018194
Área Científica
Psicologia
Língua de Ensino
Português
Modo de Ensino
Presencial
Duração
Semestral
Créditos ECTS
4.0
Tipo
Obrigatória
Nível
2º Ciclo - Mestrado

Conhecimentos de Base Recomendados

NA

Métodos de Ensino

Métodos de ensino:

Aulas expositivas;

 

Método de avaliação:

Frequência (60%) e trabalho individual (40%); participação opcional em projectos de investigação sobre envelhecimento cognitivo (reduz para 45% o valor do componente Frequência).

Resultados de Aprendizagem

Objectivos:

- Conhecer as principais alterações normativas dos processos cognitivos nas pessoas idosas relacionando-as com o envelhecimento cerebral;

- Conhecer alterações cognitivas em patologias associadas ao envelhecimento cerebral.

 

Competências:

- Ser capaz de distinguir alterações normativas de alterações patológicas na cognição de adultos idosos considerando o respectivo substrato cerebral.

Estágio(s)

Não

Programa

Modelos em neuropsicologia cognitiva do envelhecimento: modelo do hemi-envelhecimento direito, HAROLD (Hemispheric Asymmetry Reduction in Older Adults), PASA (Posterior-Anterior Shift in Aging) e outros
Alterações relacionadas com a idade ao nível de processos cognitivos básicos: atenção (e.g., atenção selectiva, sustentada, atenção dividida), memória (e.g., memória episódica, memória de trabalho), funções executivas, linguagem (e.g, processamento lexical, sintáctico e pragmático na compreensão e produção de linguagem)
Neuropsicologia clínica do envelhecimento: demência devida a doença de Alzheimer, outras demências (e.g., demência semântica), doença de Parkinson, afasia não fluente progressiva; perturbações cognitivas associadas a patologias não degenerativas de incidência acrescida no envelhecimento (e.g., afasias decorrentes de acidente vascular cerebral); neuropsicologia de perturbações psiquiátricas no envelhecimento (perturbações mentais, comorbilidade, diagnóstico diferencial)

Docente(s) responsável(eis)

Maria Salomé Ferreira Estima Pinho

Métodos de Avaliação

Avaliação
Trabalho de síntese: 40.0%
Frequência (60% ou 45% - se participar em projectos de investigação, obtém um bónus de 3 valores): 60.0%

Bibliografia

Cabeza, R., Nyberg, L., & Park, D. (2016) (Eds.), Cognitive neuroscience of aging (2nd ed). Oxford: OUP

 

Craik, F. I. M., & Salthouse, T. A. (2015) (Eds.), The handbook of aging and cognition. Hove: Psychology Press.

 

Engle, R. W., Sedek, G. von Hecker, U., McIntosh, D. N. (2005) (Eds.), Cognitive limitations in aging and psychopathology. Cambridge: Cambridge University Press.

Leitão, J. (2016). Linguagem e envelhecimento. In H. Firmino, M. R. Simões & J. Cerejeira (Eds.), Saúde mental das pessoas mais velhas (pp. 61-91). Lisboa: Lidel.

 

Verhaeghen, P. (2013). The elements of cognitive aging: Meta-analyses of age-related differences in processing speed and their consequences. New York: OUP.

 

Wang, W.-C., Daselaar, S. & Cabeza, R. (2017). Episodic memory decline and healthy aging. In Stein, J. (ed.), Learning and memory: A comprehensive reference (2nd ed., pp. 475-497). Amsterdam: Academic Press.

 

Wright, H. H. (2016). Cognition, language and aging. Amsterdam: John Benjamins.