Mestrado em Estudos Europeus

Objetivos do Curso

O Mestrado em Estudos Europeus visa formar futuros especialistas na UE. O programa foca-se nos principais atores, estruturas e processos europeus, mas também no papel global da UE.
As ucs da área nuclear da Ciência Política (complementadas com ucs opcionais) e uma abordagem de ensino centrada na resolução de problemas dotam os estudantes de conhecimento teórico e prático aprofundado sobre assuntos europeus, em articulação com transformações nacionais e globais.
No final do programa, os estudantes devem: 1) aplicar o conhecimento teórico à resolução de problemas práticos; 2) analisar criticamente a UE enquanto polity e a sua influência internacional, usando ferramentas transdisciplinares; 3) aplicar este conhecimento à resolução de desafios políticos, económicos e sociais, à escala nacional ou global. Desta forma, os estudantes desenvolvem um conjunto amplo de competências profissionais (adaptação, organização e trabalho de equipa), de negociação, apresentação, análise e investigação.

Condições de Acesso e Ingresso

Podem candidatar-se aqueles que satisfaçam as condições indicadas no DL 74/2006, na sua atual redação, e no regulamento do ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre:

1) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal nos domínios dos Estudos Europeus, Ciência Política, Relações Internacionais, outras Ciências Sociais e Humanas, e Ciências Jurídicas
2) Titulares de grau académico superior estrangeiro conferido num 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo
3) Titulares de grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da FLUC
4) Detentores de currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da FLUC.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Saídas Profissionais

Os mestres em Estudos Europeus adquirem um conjunto sólido de competências teóricas e práticas que os preparam para desenvolver com sucesso uma carreira profissional, no sector público ou privado, nomeadamente em organismos da administração pública (internacional, europeia, nacional ou local), organizações internacionais, organizações não governamentais, partidos políticos, grupos de pressão, empresas multinacionais e instituições de ensino e de investigação. Exemplos de atividades profissionais incluem, entre outros, cargos de gestão na função pública, diplomacia, assessoria, consultadoria, análise e aconselhamento político, docência e investigação.

Regime de Estudo

Diurno / Presencial

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Língua Portuguesa

Regras de Avaliação

Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública através da ficha anual de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7º do RPUC.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

Com o Mestrado em Estudos Europeus, pretende-se que os estudantes adquiram e aprofundem competências que correspondam ao nível 7 do Quadro de Qualificações Europeias, permitindo-lhes:
1. Compreender e aplicar quadros epistemológicos e metodológicos dos Estudos Europeus
2. Desenvolver consciência crítica sobre a complexidade da UE como entidade política
3. Analisar os principais atores, práticas e temas contemporâneos relacionados com o papel da UE como ator global;
4. Desenvolver capacidades de resolução de problemas através de abordagens transdisciplinares
5. Adquirir competências especializadas e essenciais para desempenharem cargos administrativos, políticos ou académicos na área dos Estudos Europeus
6. Produzir investigação relevante e original na área de Estudos Europeus
7. Aplicar o conhecimento adquirido em contexto real de exercício profissional, em eventos científicos e em parceria com entidades externas.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia

O reconhecimento da aprendizagem prévia é efectuada de acordo com o Regulamento Académico da Universidade de Coimbra.

Enquadramento Legal da Qualificação

DL 74/2006, na sua redação atual e Portaria 782/2009, de 23 de Julho.

Requisitos para Obtenção da Qualificação

De acordo com o artigo 18.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, na sua atual redação, será conferido o grau de mestre aos estudantes que perfizeram um total de 120 ECTS ao longo de 2 anos letivos (4 semestres), seguindo os preceitos estabelecidos para este nível de ensino. Para os estudantes que não pretendam prosseguir para um segundo ano de estudos, a conclusão com aproveitamento das unidades curriculares dos dois primeiros semestres, correspondentes a 60 ECTS, confere um diploma de Curso de Especialização em Estudos da União Europeia.

Acesso a um Nível de Estudos Superior

Doutoramento.

Plano de Estudos

Estudos Europeus

Ano lectivo
2021-2022

Tipo de Curso
2º Ciclo - Mestrado de Continuidade

Código DGES: 6113

Qualificação Atribuída: Mestre

Duração: 2 Ano(s)

Créditos ECTS: 120.0

Categoria: Mestrado de Continuidade


Candidaturas

Avisos de Abertura


Calendário

1º Semestre
Data de início: 20-09-2021
Data de fim: 18-12-2021
2º Semestre
Data de início: 07-02-2022
Data de fim: 21-05-2022

Acreditações

Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
2021-07-31 a 2027-07-31
Direcção Geral de Ensino Superior
2021-07-05