a carregar...

Mestrado em Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo

Faculdade de Economia

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

M152

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Formação ao Longo da Vida

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

2 Ano(s)

Créditos ECTS

120.0

Categoria

Mestrado de Formação ao Longo da Vida

Coordenador(es) do Curso

Clara Maria Rodrigues Cruz Silva Santos (clarasantos@fpce.uc.pt)

Virgínia Carmo Ferreira (virginia@fe.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
O Mestrado conducente à atribuição do grau de Mestre em Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo resulta de uma parceria entre a Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação e a Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e decorre de uma reflexão aprofundada sobre as práticas de intervenção social e sobre a necessidade, reconhecida nessa reflexão, de sustentar a intervenção em projectos inovadores e numa dinâmica de acção empreendedora.
Este ciclo de estudos visa: aperfeiçoar e ampliar a capacidade de compreensão, prospetiva e holística da ação, dos processos de mudança, dos paradigmas de desenvolvimento e de intervenção social em contextos multidimensionais; potencializar a capacidade de iniciativa e as competências de identificação e aproveitamento de oportunidades de desenvolvimento e de gestão/criação e avaliação de recursos e respostas; capacitar para a análise estratégica de contextos e ações, utilizando metodologias e processos inovadores; habilitar para o delineamento e fundamentação de processos alternativos de gestão e de prevenção do risco social passíveis de gerar capital (valor) social; aprofundar o conhecimento das técnicas e processos de planeamento, de conceção e de implementação de programas e projetos sociais; capacitar para a identificação e compreensão das necessidades sociais (tradicionais e emergentes), pela determinação de indicadores de bem-estar social e de níveis de precarização/integração de grupos, indivíduos e territórios; desenvolver competências de investigação passíveis de gerar conhecimento e de promover um processo de autodesenvolvimento científico-profissionalizante ao longo da vida.
O Mestrado encontra-se estruturado em quatro semestres, correspondendo a um total de 120 ECTS, distribuídos pelas áreas científicas de Serviço Social, Sociologia, Psicologia, Informática Aplicada e Metodologia de Investigação. O plano de estudos é constituído por nove unidades curriculares obrigatórias e uma unidade curricular opcional: 1º Ano - 1º Semestre - Sociedade, Inovação e Empreendedorismo - Políticas Sociais e Cidadania - Mudança e Planeamento Estratégico - Unidade Curricular de Opção; 1º Ano - 2º Semestre - Paradigmas de Intervenção na Sociedade Contemporânea - Gestão e Avaliação de Programas e Projectos Sociais - Decisão, Gestão de Riscos e Oportunidades - Questões Aprofundadas de Investigação; 2º Ano - 1º Semestre - Contextos e Práticas de Empreendedorismo Social - Laboratório de Novas Tecnologias Aplicadas; 2º Ano - 1º e 2º Semestre - Dissertação ou Relatório de Projecto. A frequência e aprovação na componente curricular do Mestrado (75 ECTS), para os estudantes que não pretendam prosseguir, será certificada por um Diploma de Pós-Graduação.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
Este ciclo de estudos visa promover e consolidar competências analíticas, de planeamento e de intervenção social, a nível global e local, potenciando a emergência de respostas criativas e reflexivas face a cenários de vulnerabilidade, exclusão, desigualdades socioeconómicas e culturais, precarização e sofrimento social. Para o efeito enquadra um programa formativo marcadamente interdisciplinar e uma orientação pragmática, combinando inovação e empreendedorismo social, passível de colocar em primeira linha a fundamentação estratégica de intervenções orientadas para o bem-comum, a otimização de recursos socioeconómicos e a articulação coerente entre público e privado.
Regime de Estudo
O Curso é ministrado a tempo integral ou parcial, em regime presencial e horário diurno
Acesso a um Nível de Estudos Superior
A qualificação dá acesso a estudos de terceiro ciclo.
Condições de Acesso e Ingresso

1- Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente, nomeadamente titulares de licenciatura que demonstrem afinidades com as áreas de estudo do Programa de Mestrado
b) Titulares de um grau académicos superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos, organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um estado aderente a este Processo;
c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Unidade Orgânica responsável pelo ciclo de estudos;
d) Em casos devidamente justificados, pode aceder aos ciclos de estudos de mestrado quem apresentar um currículum centífico e profissional relevante para a frequência deste ciclo de estudos e que, como tal, seja reconhecido pelo Conselho Científico da Unidade Orgânica responsável.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
A Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional é efetuada nos termos do previsto no Regulamento n.º 191/2014, de 15 de Maio.
Enquadramento Legal da Qualificação
Decreto-lei nº 42/2005 de 22 de Fevereiro (art. 5.º alíneas c) e d)); Decreto-Lei 74/2006 de 24 de Março na sua redacção actual.
Saídas Profissionais
O Mestrado em “Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo” destina-se preferencialmente a:
• alunos com um grau do 1 º ciclo em áreas com afinidades com as do Mestrado (por exemplo, trabalho social, sociologia, psicologia social, políticas sociais, desenvolvimento local e animação sociocultural)
• profissionais que trabalhem em projectos de intervenção social e/ou em organizações sociais
• atuais e futuros empreendedores sociais, que desenvolvam ou pretendam desenvolver projetos e iniciativas de inovação social.
Este Curso é reconhecido para efeitos de progressão na carreira docente dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário, nos termos estabelecidos pelo artigo 54º do ECD (Estatuto da Carreira Docente). Poderá ver mais informações (nomeadamente, grupo de recrutamento e níveis de ensino a que se aplica) em http://www.dgrhe.min-edu.pt/web/14654/a (Cursos Reconhecidos e Não Reconhecidos ao abrigo da Portaria nº. 344/2008, de 30 de abril).
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

A conclusão do Mestrado em «Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo» pressupõe a elaboração e defesa de um trabalho final (creditado com 45 ECTS), no quarto semestre do Curso. Neste âmbito, os mestrandos poderão optar por uma investigação, que culminará com a apresentação de uma Dissertação, ou pela elaboração de um projecto de intervenção no domínio do empreendedorismo social, que culminará com a apresentação de um Relatório de Projecto.

Plano de Estudos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2014-07-21 a 2020-07-20
R/A-Ef 1615/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18