a carregar...

Diploma de Estudos Básicos em Economia (DEBE)

Faculdade de Economia

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2014-2015

Tipo de Curso

Curso Não Conferente de Grau

Qualificação Atribuída

Diploma/Certificado

Duração

6 Mês(es)

Créditos ECTS

30.0

Preço

770.0 €

Coordenador(es) do Curso

Pedro Miguel Girão Nogueira Ramos (pnramos@fe.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Lina Paula David Coelho (lcoelho@fe.uc.pt)

Margarida Isabel Ferreira Santos (misa@fe.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
Objetivos: O Diploma de Estudos Básicos em Economia (DEBE) é um curso de pós-graduação destinado a titulares de outras licenciaturas que não possuam formação em Economia (ou que só a possuam a um nível elementar). O DEBE propõe-se dar uma visão geral da Economia como disciplina científica, visando também preparar candidatos oriundos de outras formações para a frequência de mestrados e outros cursos pós-graduados na área da Economia.

Estrutura Curricular: O DEBE tem a duração de um semestre e é atribuído a quem totalizar 30 ECTS. O curso compõe-se de duas unidades curriculares obrigatórias, Macroeconomia e Microeconomia, cada uma conferindo 9 ECTS, e duas unidades opcionais, de 6 ECTS cada. O DEBE está organizado de forma flexível, podendo admitir formandos provenientes de áreas diversas, como as humanidades, as ciências exactas ou outras. No entanto, a selecção das unidades curriculares opcionais carece de parecer favorável da Coordenação do DEBE. Este parecer terá em conta a formação de base do aluno, norteando-se por um princípio de complementaridade: o plano individual de curso de cada aluno deverá complementar, e nunca ser substituído, por formação anterior.
Regime de Estudo
As sessões letivas no ano 2014/2015 estarão concentradas à 2ª e 3ª feira.
Acesso a um Nível de Estudos Superior

Os/as detentores do Diploma de Estudos Básicos em Economia possuem competências acrescidas para se candidatarem a outros programas de pós-graduação ou mestrado na área de Economia.
Condições de Acesso e Ingresso

De acordo com o definido no artº 42º do Regulamento Académico da UC: a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal; b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos, organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo; c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo conselho científico responsável pelo ciclo de estudos de mestrado; Em casos devidamente justificados, podem aceder ao Curso os candidatos que apresentem um currículo científico e profissional relevante para a frequência deste Curso e que, como tal, seja reconhecido pelo Conselho Científico da FEUC.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
Existe reconhecimento da formação obtida em instituições de ensino superior nacionais ou estrangeiras.
Enquadramento Legal da Qualificação
Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, e pelo Decreto-Lei n.º 230/2009, de 14 de Setembro. O Despacho n.º 14 835-AO/2007 de 9 de Julho publica a estrutura curricular e o plano de estudos do curso.
Saídas Profissionais
Não se aplica.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

O Diploma de Estudos Básicos em Economia (DEBE) é obtido após conclusão com aproveitamento de um conjunto de 4 unidades curriculares perfazendo um total de 30 ECTS.

Plano de Estudos
Calendário
1º Semestre
Data de início: 15-09-2014
Data de início (primeiro ano): 15-09-2014
Data de fim: 20-12-2014
2º Semestre
Data de início: 09-02-2015
Data de fim: 02-06-2015