a carregar...

Mestrado em Administração Público-Privada

Faculdade de Direito

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

2 Ano(s)

Créditos ECTS

120.0

Categoria

Mestrado de Especialização Avançada

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Maria Matilde Costa Lavouras Francisco (uc36508@uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
O mestrado em Administração Público-Privada constitui-se como uma formação técnico-científica especializada de estudantes e profissionais que pretendam aprofundar a sua preparação na área da Administração Pública de acordo com os novos postulados organizativos e de gestão das instituições administrativas, nacionais e internacionais. Sem prejuízo da interdisciplinaridade predicativa de um ciclo de estudos deste tipo, o curso pretende conferir um especial destaque à área do direito, na medida em que os investigadores e profissionais do setor carecem de uma específica preparação que lhes permita dar pleno cumprimento à subordinação da Administração (independentemente da sua forma e alcance) à juridicidade.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
O Ciclo de Estudos visa: 1) proporcionar um adequado equilíbrio entre saberes transversais e especializados, através da inclusão de unidades curriculares essenciais à compreensão de realidades heterogéneas que marcam a complexidade institucional e funcional do mercado, no universo público e privado da administração; 2) promover as capacidades para o saber-fazer e para o saber ser, em todos os níveis de uma organização; 3) fornecer as ferramentas técnico-científicas que permitam apreender e analisar os segmentos essenciais da organização e recolher, organizar e analisar a informação relevante, norteando o exercício das tarefas em função dos objetivos institucionais e dos objetivos e resultados inerentes às funções exercidas; 4) habilitar o estudante a gerir e a liderar os processos de mudança; 5) fornecer as competências para o exercício autónomo, rigoroso e responsavelmente criativo das tarefas, sabendo fazer, propor e comunicar as soluções e resultados conseguidos.
Regime de Estudo
Regime diurno, de tempo parcial, presencial
Acesso a um Nível de Estudos Superior
A qualificação dá acesso a formação de nível superior, nomeadamente a estudos de terceiro ciclo.
Condições de Acesso e Ingresso

Podem candidatar-se a este ciclo de estudos: a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal; b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos, organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo; c) Titulares de grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado; d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que o Conselho Científico considere conferir capacidade para a realização deste ciclo de estudos.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
De acordo com o Regulamento de Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional da Universidade de Coimbra.
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de março, na redação atual; Portaria n.º 782/2009, de 23 de julho.
Saídas Profissionais
Administração Pública do Estado, Central e Periférica, Institutos Públicos, Autoridades Reguladoras Independentes, Administração das Regiões Autónomas, Autarquias Locais, Setor Empresarial do Estado e Local e outras entidades empresariais, Instituições Financeiras, Administração da União Europeia, Organizações Internacionais, Instituições do Setor da Economia Social, Empresas Gestoras de Serviços Públicos e de Obras Públicas, Fundações Públicas e Privadas e outras entidades, públicas e privadas.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública através da ficha anual de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Obtenção, com aproveitamento, de um conjunto de unidades curriculares que perfazem um total de 120 ECTS e que incluem também a realização e discussão pública de uma dissertação ou de um relatório de estágio.

Plano de Estudos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2016-12-21 a 2022-12-20
R/A-Cr 136/2016 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2017-02-03