a carregar...

Programa Doutoral em Biorrefinarias

Departamento de Engenharia Química

Entidade parceira : Universidade de Aveiro

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

PA30

Tipo de Curso

3º Ciclo - Doutoramento

Qualificação Atribuída

Doutor

Duração

6 Semestre(s)

Créditos ECTS

180.0

Propina Anual

2750.0 €

Coordenador(es) do Curso

António Alberto Torres Garcia Portugal (atp@eq.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Margarida Maria João de Quina (guida@eq.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
O PD visa a formação de profissionais de nível superior especializados na concepção, investigação e desenvolvimento na área das Biorrefinarias por forma a demonstrarem as suas competências na valorização integrada da biomassa de origem agro-florestal com vista à obtenção de produtos químicos, materiais combustíveis e energia. Esta abordagem leva à adopção de estratégias de fabricação de multi-produtos, pelo que é fundamental ter recursos humanos com competências nesta área.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

• Ter o conhecimento profundo da constituição química da biomassa (consoante a sua origem);
• Conhecer as tecnologias mais usuais para o fracionamento/extracção e separação dos componentes da biomassa, consoante a complexidade e especificidade de cada matéria-prima;
• Conhecer as principais plataformas tecnológicas para a conversão da biomassa num porte-folio de produtos (conversão biológica ou tratamento térmico)mínio científico e tecnológico de estudo;
• Capacidade para conceber, projectar, adaptar e realizar investigação científica, contribuindo para a produção ou instalação de novos produtos ou processos, sujeita às exigências legais e respeitando os mais elevados padrões éticos e de qualidade e integridade académicas;
• Capacidade efectiva (documentada pela própria actividade desenvolvida) para realizar trabalhos de investigação original que contribuam para o alargamento das fronteiras do conhecimento e que mereçam divulgação pelo menos parcial em publicações com sistemas de avaliação prévia;
• Capacidade de análise crítica, avaliação e síntese de ideias novas e complexas;
• Capacidade de comunicação com os seus pares, a restante comunidade académica e a sociedade em geral;
• Capacidade para, numa sociedade baseada no conhecimento, promover o progresso tecnológico, social e cultural, em contexto académico ou profissional.
Regime de Estudo
Diurno, Regime de tempo integral e Presencial
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Estudos de Pós-doc.
Condições de Acesso e Ingresso

a) Titulares do grau de Mestre em Engenharia Química ou numa área científica afim; b) titulares de um grau de licenciado em Engenharia Química ou numa área científica afim, com um número de unidades curriculares equivalente a 300 ECTS (5 anos); c) detentores de currículo escolar, científico ou profissional relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização do ciclo de estudos, pela Coordenação do Doutoramento e pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da Universidade onde pretendem ser admitidos; d) Possuir uma habilitação nacional ou estrangeira considerada, nos termos legais, como equivalente.
Para cada edição do ciclo de estudos pode ser definida uma nota mínima de candidatura. A selecção e seriação dos candidatos regem-se de acordo com os regulamentos de Doutoramento em vigor. Sempre que seja julgado necessário, poderá a Coordenação do Doutoramento exigir aos candidatos, como complemento da sua formação de base, aprovação prévia em unidades curriculares, além das que integram a parte escolar do curso de doutoramento.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
É passível ser reconhecida formação prévia a detentores de currículo escolar, científico ou profissional reconhecido pela Coordenação do Doutoramento e pelos conselhos científicos da FCTUC e da UA como atestando capacidade para a realização do ciclo de estudos. Este reconhecimento traduzir-se-á na creditação de ECTS na parte curricular do curso de Doutoramento, podendo ser creditadas quaisquer unidades curriculares excepto Projecto de Tese. A creditação de ECTS em “Tese” terá por base o artigo 45º do DL 74/2006 na sua versão actual e requer a demonstração pelo estudante que houve trabalho de investigação efectivo e relevante para o tema e ainda a necessidade de serem indicadas as razões para não ter estado explicitamente inscrito como estudante de doutoramento durante a realização deste trabalho.
Enquadramento Legal da Qualificação
Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de março, na sua redação atual
Saídas Profissionais
Empresas com atividades relacionadas com a transformação / valorização de biomassa, incluindo Indústrias de Pasta e Papel, Cortiça, Química fina, bem como Empresas das áreas Florestal, Agrícola, de Energia e de Exploração de Algas Marinhas; Departamentos de Investigação e de Desenvolvimento; Empresas de Projecto e Consultadoria.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma actividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a confirmar a aquisição de competências e conhecimentos pelos estudantes, o desenvolvimento de espírito crítico, da capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respectivas unidades curriculares no ano lectivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária.
Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projectos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente.
A classificação de cada estudante, em cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores.
Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Completar a parte curricular do curso de doutoramento (60 ECTS); preparar e defender publicamente uma tese original com aprovação (120 ECTS).

Plano de Estudos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2016-02-11 a 2022-02-10
R/A - CR 19/2016 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2016-03-14