a carregar...

Mestrado em Exercício e Saúde em Populações Especiais

Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

6126

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

2 Ano(s)

Créditos ECTS

120.0

Categoria

Mestrado de Especialização Avançada

Coordenador(es) do Curso

José Pedro Leitão Ferreira (jpferreira@fcdef.uc.pt)

Maria João Carvalheiro Campos (mjcampos@fcdef.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Carlos Eduardo Barros Gonçalves (carlosgoncalves@fcdef.uc.pt)

Liliana Rosa Dias Figueiredo Almeida Moreira (lilianamoreira@fcdef.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
O curso de mestrado pretende promover o conhecimento especializado nas áreas da prevenção da saúde e da melhoria do bem-estar psicológico através da participação em programas de exercício físico regular, em grupos com necessidades especiais, que habitualmente apresentam uma maior tendência para o sedentarismo. Em termos de objetivos gerais, o estudante de mestrado e pós-graduação deverá: - Dominar um conjunto de conteúdos que lhe permita compreender e enquadrar o exercício e a atividade física adaptada como importante meio de prevenção e de melhoria dos níveis de saúde e de bem-estar psicológico em grupos especiais, contribuindo para a melhoria do nível individual de satisfação com a vida; - Compreender o contributo do exercício físico para a saúde e bem-estar das populações com necessidades especiais, conhecendo as linhas orientadoras que presidem ao desenvolvimento e à implementação de programas de melhoria da condição física nessas populações; - Adquirir conhecimentos teórico-práticos sobre a metodologia do treino das atividades desportivas adaptadas, específicas de cada área da deficiência e análise das qualidades físicas mais importantes na performance, na saúde e no bem-estar dessas populações; - Desenvolver habilidades de prescrição, organização e intervenção-planeamento de atividades físicas e desportivas adaptadas.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
O 2.º Ciclo em Exercício e Saúde em Populações Especiais desenvolve, num contexto de formação especializada, o aprofundamento do conhecimento científico nas áreas da prevenção da saúde, da melhoria do bem-estar psicológico e da saúde e condição física através da promoção de hábitos regulares de prática de exercício físico, em grupos com necessidades especiais (NE), habitualmente com uma maior tendência para a inatividade. As competências desenvolvidas ao longo do curso visam a intervenção facilitadora em contextos de exercício profissional em que capacidades como a auto-aprendizagem, a resolução de problemas e a organização, planeamento e avaliação de programas de exercício físico se cruzam com outro tipo de competências mais aprofundadas associadas à pesquisa educacional. O curso promove uma preparação especializada para a aplicação de conhecimentos em diferentes contextos multidisciplinares de intervenção profissional, uma vez que a problemática das NE equaciona diferentes vertentes profissionais (educativa, reabilitativa, assistencial, de saúde, de lazer e de condição física) e consequentemente diferentes âmbitos de intervenção de cariz preventivo.
Regime de Estudo
Regime diurno / presencial
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Possibilidade de progressão ao nível do 3º Ciclo de Bolonha.
Condições de Acesso e Ingresso

1- Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares do grau de licenciado, ou seu equivalente legal;
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos, organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;
c) Titulares de grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física;
d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere
ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
O reconhecimento da aprendizagem prévia decorre conforme estipulado no Regulamento de Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional da Universidade de Coimbra (Regulamento n.º 191/2014, publicado no Diário da Repúblico, 2.ª Série, n.º 93, de 15 de maio).
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelos Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, n.º 230/2009, de 14 de Setembro e n.º 115/2013, de 7 de agosto.
Saídas Profissionais
O campo de intervenção profissional é vasto, uma vez que a problemática das necessidades especiais engloba diferentes vertentes (educativa, assistencial, laboral, de saúde e de lazer) e, consequentemente, diferentes âmbitos de intervenção de cariz preventivo. Deste modo, destacamos o trabalho em: - Instituições que se ocupam da educação e da reabilitação de crianças, jovens e adultos com necessidades especiais; - Na escola regular, contribuindo para a satisfação das necessidades específicas de crianças com deficiência ou com dificuldades de aprendizagem em regime integrado; - Em autarquias e IPSS, contribuindo para a dinamização e implementação de programas de prática de exercício regular numa perspetiva de melhoria da saúde e do bem-estar comunitário; - Em empresas que pretendam desenvolver programas de exercício direcionados para a prevenção de doenças profissionais ou de melhoria da saúde física e mental dos seus trabalhadores, visando o aumento da produtividade; - Em instituições e organismos que desenvolvam programas de exercício físico visando a ocupação dos tempos livres, a melhoria da condição física e a melhoria da qualidade de vida; - Por último, e numa perspetiva meramente preventiva, associados a centros de saúde e clínicas privadas, implementando programas de exercício físico que visem a prevenção e redução do risco de ocorrência de doenças cardiovasculares associadas ao sedentarismo bem como a prevenção e a redução do risco de ocorrência de doenças do foro psicológico como é, por exemplo, o caso da ansiedade, do stresse, das depressões e das alterações dos estados de humor.
Regras de Avaliação e Classificação
As regras de avaliação e classificação, bem como as normas para o ato público de defesa e atribuição da média final do grau encontram-se definidas nos Regulamentos Académico e Pedagógico da Universidade de Coimbra (Regulamento n.º 315/2013, publicado no Diário da Repúblico, 2.ª Série, n.º 158, de 19 de agosto e Regulamento n.º 231/2013, publicado no Diário da Repúblico, 2.ª Série, n.º 162, de 23 de agosto).
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Obrigatoriedade de elaboração e defesa pública de uma dissertação/tese original no formato tradicional ou no formato de artigo científico.

Plano de Estudos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2013-07-09 a 2019-07-08
R/A-Ef 3425/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18