a carregar...

Mestrado em Serviço Social

Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

9330

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Formação ao Longo da Vida

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

3 Semestre(s)

Créditos ECTS

90.0

Categoria

Mestrado de Formação ao Longo da Vida

Coordenador(es) do Curso

Helena da Silva Neves dos Santos Almeida (helena.almeida@fpce.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Teresa Manuela Marques Santos Dias Rebelo (terebelo@fpce.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
A proposta de criação do 2º Ciclo de Estudos em Serviço Social na FPCE-UC obedece à filosofia do Processo de Bolonha e decorre da determinação em garantir, no quadro do ensino superior público, a progressão para uma aprendizagem de nível avançado, em termos teórico-reflexivos, e a consequente aquisição de competências, que a natureza generalista e transversal do 1º Ciclo não permite efetivar cabalmente.
O Mestrado em Serviço Social potencia competências no domínio da análise e gestão social de contextos em mudança, de vulnerabilidade e de risco psicossocial, de forma a contribuir para a construção, implementação e avaliação de políticas públicas orientadas para novos públicos-alvo, através de capacidades de inovação, de expertise e de proficiência profissional. Assegura um perfil profissional assente na capacidade de análise científica e no domínio de competências de investigação e intervenção social inovadora a nível individual e coletivo, em contexto organizacional e comunitário.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
O mestrado em Serviço Social dá continuidade à filosofia formativa subjacente à licenciatura e visa desenvolver novas e renovadas capacidades e competências, nomeadamente:
- de aprofundamento das teorias, metodologias e dos processos específicos do serviço social e reflexão sobre a sua adequação;
- de desenvolvimento de metodologias inovadoras e criativas;
- de realização de pesquisas, de forma autónoma, de modo a produzir conhecimentos e a gerir o seu próprio processo de aprendizagem científico-profissional;
- de identificação, compreensão e mensuração de necessidades sociais e contextos críticos para posterior decisão sobre os procedimentos de intervenção adequados;
- de integração de conhecimentos face a questões complexas, tendo em vista emitir juízos, propor e desenvolver soluções;
- de mediação de conflitos/problemas sociais, em contextos de intervenção familiar, escolar e comunitária;
- de construir competências que permitam uma aprendizagem ao longo da vida.
Regime de Estudo
Regime de Tempo Integral / Presencial / Diurno
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Nos termos do DL 115/2013 de 7 de agosto (artº 30º, nº 1, alínea a) e artº 38º), o 2º Ciclo de Estudos permite a candidatura a um 3º Ciclo de Estudos.
Condições de Acesso e Ingresso

1- Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal;
b) titulares de de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios de Processo de Bolonha por um Estado aderente a este processo
c)Titulares de um grau académico superior estrangeiro seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo conselho científico da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação;
d) detentores de um currículo escolar, científico e profissional que seja reconhecido como atestando a capacidade para a realização deste ciclo e estudos pelo conselho científico da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
O reconhecimento de formação obtida em contextos formais, não formais ou informais e da experiência profissional prévia do candidato será efetuado, por solicitação do mestrando, através de análise curricular, e a sua creditação será efetuada sempre que a mesma se mostre adequada para os objetivos do curso e conteúdos das unidades curriculares do Mestrado (artigo 45º do DL 107/2008, de 25 de Junho).
Enquadramento Legal da Qualificação
DL 115/2013 de 7 de agosto que veio alterar a legislação anterior (DL 74/2006, de 24 de março e posteriores alterações, Portaria 782/2009, de 23 de julho).
Saídas Profissionais
As áreas de trabalho em Serviço Social são diversificadas, quer em termos de enquadramento institucional, quer em termos de população-alvo, objetivos e metodologias de trabalho, a saber: Saúde, Saúde Mental, Justiça, Segurança Social, Poder Local, Educação, Instituições Particulares de Solidariedade Social ou em Organizações não-Governamentais, projetos de Investigação Aplicada, Ensino e Investigação Científica.
Com o Mestrado, os/as profissionais adquirem competências acrescidas para assumir funções a diversos níveis, que envolvam nomeadamente responsabilidades de direção e gestão de equipamentos, projetos e políticas: Assessoria Social, Gestão de Equipamentos Sociais, Desenvolvimento e Ação Social Local, Gestão e Avaliação de Projetos e Políticas Sociais, Mediação Social, Escolar e Comunitária, Apoio e Acompanhamento Social de Crianças, Famílias, Jovens e Idosos em Situação de Vulnerabilidade ou em Risco de Exclusão Social, Intervenção em Projetos Comunitários de Inclusão Social.
Regras de Avaliação e Classificação
Ao 2º Ciclo de Estudos é atribuída, nos termos do artº 24º do Decreto-Lei nº 115/ 2013, de 7 de agosto, uma classificação final, expressa no intervalo 10-20 da escala inteira de 0 a 20 valores, bem como no seu equivalente na escala Europeia de comparabilidade de classificações.
A classificação final é obtida pela média aritmética ponderada (arredondada à unidade) das unidades curriculares (incluindo a Dissertação/Projeto ou Estágio), sendo o fator de ponderação o número de ECTS.
À classificação final do Ciclo de Estudos, após defesa da Dissertação/Projeto ou Estágio, pode ser associada, nos termos do artigo 17º do DL nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, uma menção qualitativa expressa em termos de Suficiente (10-13 valores), Bom (14-15 valores), Muito Bom (16-17 valores) e Excelente (18-20 valores).
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Nos termos do DL 115/2013 de 7 de agosto, artº 20º, nº1, alíneas a) e b), a obtenção do grau de Mestre em Serviço Social pressupõe a inscrição e aprovação em todas as unidades curriculares do Curso de Especialização e a elaboração e defesa oral de uma Dissertação de natureza científica, original e realizada para este fim, de um Projeto de Intervenção Social ou de um Estágio de natureza profissional, objeto de Relatório Final (Monografia), com uma componente de investigação.

Plano de Estudos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2014-03-19 a 2019-03-18
R/A-Cr 31/2014 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2014-04-04