Curso de Formação de Preparação para o Exame DELE - Nível Intermédio

Objetivos do Curso

O Curso de preparação para o Exame DELE - oferece formação de nível superior a estudantes que que pretendam apresentar-se de forma independente ao exame de obtenção do C2 DELE (Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira C2) na sede do Instituto Cervantes.O Curso de preparação para o Exame DELE - nível superior, através de uma abordagem comunicativa segue o modelo pedagógico publicado pelo Instituto Cervantes para preparação para o exame DELE. Consta de sete Unidades Didáticas (UD) que exploram os conteúdos funcionais, gramaticais, lexicais e socioculturais, que o Instituto Cervantes estabelece como Plano Curricular para este nível. Cada UD desenvolve uma temática geral em torno da qual se realizam diversas atividades destinadas a desenvolver as diferentes competências comunicativas (ouvir, compreensão de leitura, escrita e expressão oral e interacção). Pretende-se conseguir que os alunos alcancem os objectivos estabelecidos pelo Instituto Cervantes para passar com êxito o referido exame.

Condições de Acesso e Ingresso

candidatos com idade igual ou superior a 16 anos.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Regime de Estudo

Presencial

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Espanhol

Regras de Avaliação

O curso de preparação para o Exame DELE – nível intermédio segue uma avaliação contínua, em que a aprendizagem de cada formando é acompanhada pelo professor, não há qualquer prova ou avaliação final, visto que se trata de um curso destinado a preparar o aluno para se apresentar de forma independente ao exame DELE do Instituto Cervantes.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

De acordo com o que estabelece o Plano Curricular do Instituto Cervantes, um aluno de nível B2 tem de cumprir os seguintes objetivos:
ter os recursos linguísticos e não linguísticos necessários para participar em intercâmbios comunicativos com um grau de fluência , precisão e naturalidade suficientes para que seus parceiros não tenham de fazer esforço para entendê-lo ;
• ter uma consciência da linguagem que lhes permita evitar erros que levem a mal-entendidos e possuir recursos suficientes para clarificar situações ambíguas e esclarecer o que o orador pretendia dizer;
• usar um vocabulário suficientemente amplo para argumentar e expressar nuances , sem erros significativos e com uma pronúncia clara;
• avaliar o efeito de suas observações, a situação de comunicação e os seus parceiros para modificar o registo linguístico e adequar o nível de formalidade a diferentes circunstâncias ;
• ter capacidade linguística suficiente para dar os detalhes do problema , apresentar pedidos e resolver situações de conflito através da capacidade argumentativa e linguagem persuasiva .
• ter recursos linguísticos e não linguísticos que lhes permitam funcionar em interações sociais sem muita dificuldade ;
• ser capaz de participar numa conversa ou discussão , mostrando capacidades cooperativas : reagir corretamente a declarações e deduções feitas por outros oradores e contribuir para o desenvolvimento do que está sendo dito ;
• aprender a se relacionar a sua própria contribuição com a dos outros oradores ;
• utilizar conectores fluentemente e construir um discurso claro e coerente ;
• usar eficazmente uma variedade de conectores para marcar claramente as relações entre idéias ;
• ser capaz de desenvolver um argumento sistematicamente destacando corretamente seus aspectos mais significativos e fornecer os detalhes relevantes que o suportam ;
• em reuniões de negócios ou seminários ser capaz de seguir discussões acaloradas e identificar os argumentos dos diferentes pontos de vista ;
• expressar ideias e opiniões com precisão , desenvolver uma argumentação com alguma complexidade e responder aos argumentos com convicção ;
• realizar entrevistas fluentes e eficazes , afastando-se de forma espontânea das perguntas preparadas , seguindo a linha expositiva e dando respostas relevantes.
• Poder compreender qualquer tipo de texto, quer abordando temas concretos como abstractos , incluindo discussões técnicas;
• ser capaz de lidar com textos em qualquer tipo de registo linguistico , mesmo linguisticamente complexos ou envolvendo linhas argumentação complexa, a pronúncia deve ser formal no registro da norma culta , tema relativamente familiar, e o desenvolvimento do discurso deve articular marcadores discursivos explícitos
•ter os recursos linguísticos e não linguísticos necessários para participar de trocas comunicativas com um grau de fluência , precisão e naturalidade o suficiente para que seus parceiros não têm de fazer um esforço especial ;

Enquadramento Legal da Qualificação

Regulamento n.º 339/2012, publicado no Diário da República n.º 152, 2.ª série, de 7 de agosto (Regulamento de Criação e Funcionamento de Cursos não Conferentes de Grau na UC).

Requisitos para Obtenção da Qualificação

Por norma, a avaliação de conhecimentos dos nossos discentes rege-se pela avaliação contínua em que se exige 75% de presenças e a realização de duas provas de avaliação. Tomam-se também em linha de conta outros fatores como a participação durante as aulas, a realização de trabalhos de casa e tarefas realizadas ao longo do curso. No final de cada nível, é possível solicitar a emissão do certificado correspondente desde que o aluno tenha tido aproveitamento.

Plano de Estudos

Preparação para o Exame DELE - nível Intermédio

Ano lectivo
2013-2014

Tipo de Curso
Curso Não Conferente de Grau

Qualificação Atribuída: Diploma/Certificado

Duração: 40 HORAS

Créditos ECTS: 2.0

Preço : 130.0


Candidaturas

Avisos de Abertura


Calendário

1º Semestre
Data de início: 16-09-2013
Data de início (primeiro ano): 16-09-2013
Data de fim: 21-12-2013
2º Semestre
Data de início: 10-02-2014
Data de fim: 31-05-2014