a carregar...

Mestrado em Energia para a Sustentabilidade

Departamento de Engenharia Mecânica

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

6693

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

18 Mês(es)

Créditos ECTS

90.0

Categoria

Mestrado de Especialização Avançada

Coordenador(es) do Curso

Manuel Carlos Gameiro da Silva (manuel.gameiro@dem.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Fernando Jorge Ventura Antunes (fernando.ventura@dem.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
O ciclo de estudos enquadra-se na Iniciativa da UC "Energia para a Sustentabilidade" (EfS). Os desafios das ameaças ambientais à saúde, da escassez de recursos energéticos, da degradação ecológica, das alterações climáticas, exigem profissionais e investigadores que dominem matérias e inter-relações entre matérias essenciais à análise de sistemas com grande importância no uso de energia e na relação com o ambiente. Este programa de formação visa graduar Mestres com uma formação interdisciplinar vocacionada para a utilização eficiente de energia, para a produção de energia, centralizada e descentralizada, bem como para a distribuição da energia, numa perspetiva de desenvolvimento sustentável, com competências nos domínios tecnológicos relevantes e nos da economia da energia e do ambiente, com capacidade para análise de sistemas e inter-relações entre sistemas, habilitados a desenvolver projetos e a resolver problemas de elevada complexidade no âmbito do binómio energia-ambiente.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
Os objetivos a desenvolver e a sua operacionalização encontram-se detalhadamente descritos no artigo:
Batterman, S.; Martins, A.; Antunes, C.; Freire, F.; Gameiro, M. (2011). Development and Application of Competencies for Graduate Programs in Energy and Sustainability. Journal of Professional Issues in Engineering Education and Practice, vol. 137 (4), pp. 198-207. DOI:10.1061/(ASCE)EI.1943-5541.0000069.
Competências Genéricas:
As competências instrumentais em análise e síntese, em organização e planificação e para resolver problemas são as mais valorizadas.
No que diz respeito às capacidades sistémicas a preocupação com o desenvolvimento sustentável é, como previsível, a mais valorizada. O estudante deverá ter uma visão sistémica dos sistemas de energia sustentáveis para a qual concorrem aspetos de natureza tecnológica, mas também da economia, do apoio à decisão, da gestão, da regulação, numa abordagem de engenharia de sistemas. A competência em investigar é igualmente tida como essencial, tal como a competência em aplicar na prática os conhecimentos adquiridos.
No que diz respeito às competências pessoais, é de salientar a importância do trabalho em equipas interdisciplinares (necessariamente complementada com a capacidade de comunicar com pessoas que não são especialistas na área) e da competência em raciocínio crítico, fortemente relacionadas com a matriz da formação. Releva-se ainda a competência em trabalho em grupo, essencial para a integração em projetos de investigação.
Competências específicas:
- Conhecer o conceito de desenvolvimento sustentável, tendo consciência dos desafios de sustentabilidade que a sociedade enfrenta;
- Conhecer princípios de engenharia para modelação, medição, análise e projeto, incluindo as métricas de sustentabilidade que incorporam preocupações de índole técnica, social, económica e ética.
- Conhecer as tecnologias atuais e emergentes no domínio da energia.
- Ter capacidade para tomar decisões / definir políticas utilizando indicadores de sustentabilidade e utensílios de apoio à decisão, incluindo estimação, modelação de custos, otimização e avaliação de ciclo de vida.
- Compreender alguns domínios tecnológicos e económicos relevantes, como o uso da energia em edifícios e ambientes urbanos, os sistemas de energia, ou as políticas energéticas.
Estas competências operacionalizam-se e são aferidas na generalidade das u.c. optativas e nas u.c. obrigatórias.
A aquisição destas competências é ainda demonstrada através da realização de forma autónoma de uma dissertação.
Regime de Estudo
Em tempo integral
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Possível prossecução dos estudos ao nível do Doutorado
Condições de Acesso e Ingresso

1 - Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em áreas de economia, gestão, engenharia, ciências ou arquitetura;
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, nas áreas referidas na alínea a);
c) Titulares de um grau académico superior obtido no estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Unidade Orgânica responsável pelo ciclo de estudos;
d) Em casos devidamente justificados, os detentores de um currículo científico e profissional relevante para a frequência deste ciclo de estudos e que, como tal, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da Unidade Orgânica responsável.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
São reconhecidas creditações a unidades curriculares previamente realizadas sempre que devidamente justificadas.
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado e republicado pelo DL n.º 107/2008, de 25 de Junho; Portaria n.º 782/2009, de 23 de Julho.
Saídas Profissionais
Departamentos de Sustentabillidade de Grandes Empresas, Empresas das áreas de Energia, Ambiente, Construção Civil, Departamentos de Investigação de Desenvolvimento, Empresas de Projecto e Consultadoria, Ensino, Empresas de transportes, Planeamento Urbano
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma actividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respectivas unidades curriculares no ano lectivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do n.º 7 do artigo 5º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra.
Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projectos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente.
A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores
Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública nos termos do nº1 do artigo 8º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Para obter o grau de Mestre será necessário completar a parte escolar do curso, que corresponde a 48 ECTS (dos quais, 15 ECTS pertencem ao Tronco Comum, 18ECTS ao ramo de especialização seleccionado e 15ECTS são de escolha livre), bem como elaborar de uma dissertação de mestrado em Energia para a Sustentabilidade, correspondendo a 42 ECTS

Plano de Estudos
Percursos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2014-06-30 a 2020-06-29
R/A-Ef 1562/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18