Mestrado em Química Medicinal

Objetivos do Curso

A Química Medicinal encontra-se na intersecção de domínios científicos como a Química, as Ciências da Vida (nomeadamente a Bioquímica) e as Ciências da Saúde (especificamente a Farmácia e a Medicina). Neste encontro valoriza-se a interdisciplinaridade e privilegia-se uma visão integradora dos conhecimentos.
Objectivos:
– Estímulo da criatividade individual e do trabalho em equipa multidisciplinar;
– Competências em modelação de propriedades moleculares e supra-moleculares;
– Conhecimentos funcionais (saber-fazer) na síntese e caracterização de moléculas com interesse farmacêutico;
– Compreensão dos problemas emergentes no desenvolvimento de medicamentos inovadores;
– Apropriação e manipulação de conceitos fundamentais das Ciências da Vida e da Saúde pertinentes na descoberta e desenvolvimento de fármacos;
– Reconhecimento de alvos terapêuticos;
– Capacidade de planear, executar, interpretar e comunicar experiências laboratoriais.

Condições de Acesso e Ingresso

1 - Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em Química Medicinal, Química, Bioquímica, Ciências Bioanalíticas, ou Ciências Médicas;
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, nas áreas referidas na alínea a);
c) Titulares de um grau académico superior obtido no estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Unidade Orgânica responsável pelo ciclo de estudos;
d) Em casos devidamente justificados, os detentores de um currículo científico e profissional relevante para a frequência deste ciclo de estudos e que, como tal, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da Unidade Orgânica responsável.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Saídas Profissionais

O mestre em Química Medicinal é formado para ser um elemento pivô nos laboratórios dos centros de investigação e desenvolvimento de fármacos. A sua empregabilidade será maior na indústria farmacêutica, empresas de desenvolvimento por contrato (CRO), laboratórios académicos ou hospitalares, etc.

Regime de Estudo

Tempo integral/Presencial

Regras de Avaliação

A avaliação em cada disciplina é da responsabilidade dos professores dessa disciplina. As classificações são atribuídas individualmente a cada estudante na escala de 0-20 valores. A aprovação em cada disciplina requer a nota mínima de 10 valores. A aprovação no mestrado requer a aprovação em todas as unidades curriculares.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

Competências primordiais:
- Formação interdisciplinar, proporcionada por especialistas em Química, Ciências da Vida, Farmácia e Medicina, que se unem nesta proposta de forma única em Portugal;
- Espírito de empreendedorismo e inovação, alimentado por uma estrutura curricular em que o aluno é estimulado a desenvolver as suas próprias ideias, a confrontá-las com os pares e com os avaliadores, a fazer a prova de conceito e a quantificar as suas milestones e necessidades de financiamento.
Competências específicas:
- Conhecimentos funcionais na síntese e caracterização de moléculas com interesse farmacêutico;
- Compreensão dos problemas emergentes no desenvolvimento de medicamentos inovadores;
- Apropriação e manipulação de conceitos fundamentais das Ciências da Vida e da Saúde;
- Reconhecimento de alvos terapêuticos;
- Capacidade de planear, executar, interpretar e comunicar experiências laboratoriais;
- Análise crítica da literatura científica e das patentes da área farmacêutica;
- Conhecimento dos requisitos dos ensaios não-clínicos.

Coordenador(es) do Curso

Luís Guilherme da Silva Arnaut Moreira
lgarnaut@ci.uc.pt

Coordenador de mobilidade

Mário Túlio dos Santos Rosado
mtulio@qui.uc.pt

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia

A admissão ao Mestrado em Química Medicinal requer uma licenciatura completa numa das seguintes áreas: Química Medicinal, Química, Bioquímica, Ciências Bioanalíticas ou Ciências Médicas. Adicionalmente, os alunos podem ser sujeitos a exames de entrada e/ou a entrevistas. A equivalência a disciplinas do Mestrado em Química Medicinal será avaliada caso-a-caso, mas apenas será concedida para disciplinas completadas em Mestrados ou Doutoramentos em áreas afins.

Enquadramento Legal da Qualificação

Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, e pelo Decreto-Lei n.º 230/2009, de 14 de Setembro

Requisitos para Obtenção da Qualificação

A aprovação no mestrado requer a aprovação em todas as unidades curriculares.

Acesso a um Nível de Estudos Superior

O Mestrado em Química Medicinal dá acesso ao Doutoramento em Química – Especialidade de Química Medicinal, Doutoramento em Ciências Farmacêuticas – Especialidade em Química Farmacêutica, Doutoramento em Biociências, entre outros.

Plano de Estudos

Mestrado em Química Medicinal

Ano lectivo
2018-2019

Tipo de Curso
2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Código DGES: 6329

Qualificação Atribuída: Mestre

Duração: 2 Ano(s)

Créditos ECTS: 120.0

Categoria: Mestrado de Especialização Avançada


Candidaturas

Avisos de Abertura


Calendário

1º Semestre
Data de início: 10-09-2018
Data de fim: 20-12-2018
2º Semestre
Data de início: 04-02-2019
Data de fim: 30-05-2019

Acreditações

Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
2012-05-30 a 2018-05-29
Direcção Geral de Ensino Superior
2012-07-25