Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica

Objetivos do Curso

O Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica da Universidade de Coimbra tem uma duração de cinco anos, distribuídos por dois ciclos de formação, e tem por objetivo formar profissionais com elevada qualificação técnica e científica, bem como padrões elevados de responsabilidade profissional, social e ética, capazes de aplicar os conceitos e as técnicas da Engenharia à análise e solução de problemas no âmbito da Biologia, da Medicina e da Saúde. A formação conferida pelo Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica habilita os seus diplomados a responder às atuais necessidades e desafios globais da Engenharia Biomédica, com ênfase nas áreas de especialização de Imagem e Radiação, Instrumentação Biomédica, Biomateriais, Neurociências e Informática Clínica e Bioinformática e proporciona-lhes as competências técnicas, sociais e interpessoais para intervir e liderar nestes domínios de especialização.

Condições de Acesso e Ingresso

Física e Química (07) e Matemática A (19).

A informação disponibilizada não dispensa a consulta à página da Direção Geral do Ensino Superior (DGES) e/ou a página dos Candidatos. Consultar página web da DGES e dos Candidatos

Saídas Profissionais

Projecto, produção e teste de instrumentação médica e hospitalar. Apoio à venda e utilização de material clínico. Consultadoria na área da saúde. Controlo de qualidade, calibração e análise de segurança de instrumentação médica e hospitalar. Desenvolvimento de biomateriais. Análise de apoio ao diagnóstico. Engenharia clínica. Análise de risco e segurança. Investigação e desenvolvimento em Engenharia Biomédica.

Regime de Estudo

Tempo-integral

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Português

Regras de Avaliação

Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

O objetivo geral do Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica (MIEB) é a formação de profissionais qualificados de Engenharia, capazes de acompanhar e intervir a nível da inovação científica e tecnológica na área da Medicina e da Biologia, incluindo em contexto de investigação. No final, os alunos deverão:
- Possuir uma formação sólida e integrada em Ciências Básicas e Biomédicas e uma formação geral de Engenharia Biomédica, complementada com formação específica numa das áreas de especialização do MIEB.
- Possuir competências que lhes permitam a aprendizagem contínua e autónoma, garantindo a sua atualização ao longo da vida ativa.
- Ser capazes de intervir a nível da inovação nos domínios da Engenharia Biomédica, resolvendo problemas em situações novas, em contextos alargados e multidisciplinares.
- Ser capazes de trabalhar autonomamente, assumindo responsabilidades no planeamento e gestão de projetos e estruturas na área da Engenharia Biomédica.

Coordenador(es) do Curso

João Carlos Lopes Carvalho
jcarlos@uc.pt

Coordenador de mobilidade

João Carlos Lopes Carvalho
jcarlos@uc.pt

Maria Isabel Silva Ferreira Lopes
isabel@lipc.fis.uc.pt

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia

O reconhecimento da aprendizagem prévia é efetuada de acordo com o Regulamento de Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional da Universidade de Coimbra.

Enquadramento Legal da Qualificação

A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de março, na redação atual

Requisitos para Obtenção da Qualificação

É conferido o grau de Licenciado em Ciências da Engenharia Biomédica após a aprovação às unidades curriculares dos 6 primeiros semestres que correspondem a um total de 180 ECTS. O Mestrado em Engenharia Biomédica requer a obtenção de 300 unidades de crédito ECTS.

Acesso a um Nível de Estudos Superior

O curso confere aos seus diplomados o direito de se candidatarem a diversos cursos de Doutoramento nas áreas das Ciências e da Engenharia.

Plano de Estudos

Tronco comum
Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica
Áreas de especialização
Especialização em Biomateriais
Especialização em Imagem e Radiação
Especialização em Informática Clínica e Bioinformática
Especialização em Instrumentação Biomédica
Especialização em Neurociências

Ano lectivo
2018-2019

Tipo de Curso
1º e 2º Ciclo - Mestrado Integrado

Código DGES: 9359

Qualificação Atribuída: Mestre

Duração: 10 Semestre(s)

Créditos ECTS: 300.0

Categoria: Mestrado Integrado


Candidaturas

Avisos de Abertura


Calendário

1º Semestre
Data de início: 10-09-2018
Data de fim: 20-12-2018
2º Semestre
Data de início: 04-02-2019
Data de fim: 30-05-2019

Acreditações

Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
2016-02-16 a 2022-02-15
Direcção Geral de Ensino Superior
2011-03-18