a carregar...

Mestrado em Química

Departamento de Química

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

9442

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Continuidade

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

4 Semestre(s)

Créditos ECTS

120.0

Categoria

Mestrado de Continuidade

Coordenador(es) do Curso

Maria João Pedrosa Ferreira Moreno Silvestre (mmoreno@ci.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Mário Túlio dos Santos Rosado (mtulio@qui.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
No Mestrado em Química pretende-se dar formação complementar aos alunos que já tenham concluído o 1º ciclo de Bolonha preparando-os para o mercado de trabalho e dando-lhes formação apropriada para ingresso no doutoramento em Química.
A área de especialização em Química Avançada e Industrial tem os seguintes objectivos: i) fornecer uma sólida formação em química nos domínios de investigação de excelência desenvolvidos no Departamento de Química da FCTUC; ii) criar competências de gestão e planeamento de actividade de investigação científica e desenvolvimento tanto em ambiente académico como empresarial.
A área de especialização em Controle de Qualidade e Ambiente pretende dar formação avançada em: i) química analítica e controlo químico da qualidade; ii) desenvolvimento e validação de novos métodos analíticos; iii) métodos modernos de análise e identificação; iv) peritagem e auditorias; v) química ambiental; vi) conferir ainda preparação básica em Direito do Ambiente.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
- capacidade de aplicar conhecimentos químicos e de entender a resolução de problemas correntes de índole qualitativa e quantitativa.
- capacidade de avaliação e interpretação de dados e outra informação de natureza química, bem como de elaboração de visões de síntese global.
- capacidade de argumentação, quer a nível escrito quer oral.
- competências de comunicação falada e escrita em língua portuguesa e inglesa.
- capacidade de lidar com informação bibliográfica quer de fontes primárias quer secundárias e de bases de dados informáticos, incluindo o Web of Knowledge.
- capacidade de utilização da Internet para recolha de dados e para comunicação eletrónica.
- competência de estudo pessoal tendo em vista uma formação profissional ao longo da vida.
- capacidade para inovar e realizar Investigação Científica e Desenvolvimento.
Regime de Estudo
Regime de tempo integral, diurno e presencial
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Os detentores do grau podem aceder a estudos de Doutoramento.
Condições de Acesso e Ingresso

1. Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em Química ou Química Industrial ou qualquer outra licenciatura, com formação apropriada, nomeadamente, Engenharia Química, Bioquímica, Biologia, Ciências Farmacêuticas ou Física;
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, nas áreas referidas na alínea a);
c) Titulares de um grau académico superior obtido no estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da FCTUC;
d) Em casos devidamente justificados, os detentores de um currículo científico e profissional relevante para a frequência deste ciclo de estudos e que, como tal, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da FCTUC.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
Se solicitado pelo estudante, será avaliada a possibilidade de creditação de aprendizagem prévia relevante (profissional ou académica), de acordo com a Lei e os Regulamentos de Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional da Universidade de Coimbra, sem prejuízo da obrigatoriedade de realização da unidade curricular Projeto Científico ou Projeto Industrial.
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, na sua redação atual
Saídas Profissionais
Os Mestres em Química adquirem uma formação adequada para poderem ingressar em laboratórios de investigação e desenvolvimento, para gerirem processos e laboratórios na indústria química e farmacêutica, bem como para a docência no ensino superior. A formação adquirida no ramo de Controle de Qualidade e Ambiente é particularmente adequada para laboratórios de controlo químico da qualidade, laboratórios de análises químicas e clínicas, e para o exercício de auditoria de garantia da qualidade.
Regras de Avaliação e Classificação
São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra de 2013, RPUC. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente, e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores, artigo nº 16 RPUC 2013, e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Os alunos têm que obter um mínimo de 120 ECTS, completando com sucesso unidades curriculares (60 ECTS) e escrevendo uma tese (60 ECTS).

Plano de Estudos
Percursos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2015-06-18 a 2021-06-17
R/A-Ef 1581/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18