a carregar...

Licenciatura em Química

Departamento de Química

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

9223

Tipo de Curso

1º Ciclo - Licenciatura

Qualificação Atribuída

Licenciado

Duração

6 Semestre(s)

Créditos ECTS

180.0

Coordenador(es) do Curso

Maria Elisa da Silva Serra (melisa@ci.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
A licenciatura em Química é uma formação de banda larga que confere competências para lidar com todos os aspectos da química, desde os princípios activos dos medicamentos à qualificação da água e ar, dos plásticos aos novos materiais, da petroquímica aos combustíveis limpos. O controle de pragas, a segurança alimentar, o fabrico de medicamentos e cosméticos, os produtos de higiene, a produção de polímeros e de novos materiais, são alguns exemplos de aplicação dos conhecimentos do licenciado em Química. Graças à sua rigorosa formação científica de base, o licenciado em Química tem uma formação durável e adaptável, integra-se em equipas multidisciplinares e é capaz de Inovar. A licenciatura em Química prepara também para o mestrado no Ensino da Química e da Física os alunos que procuram uma carreira no ensino.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
A licenciatura em Química oferece ao estudante uma formação sólida nas diferentes vertentes da Química. O estudante adquire, para além disto, conhecimentos aprofundados de Física e Matemática. A Licenciatura está
orientada para a formação de profissionais competentes em todas as vertentes da Química. O estudante deve ser capaz de utilizar um espírito crítico, ter capacidade de enunciar e de resolver problemas e deve ter um domínio da
exposição escrita e oral. Com a licenciatura em Química o estudante tem uma formação científica de base rigorosa, durável e adaptável. Estas características permitem que ele se integre facilmente em equipas multidisciplinares e que seja capaz de Inovar. O cumprimento dos objectivos dos estudantes é determinado através de provas de avaliação em cada disciplina. Os critérios estão de acordo com o regulamento pedagógico em vigor (Regulamento n.º Diário da República, 2.ª série — N.º 162 — 23 de agosto de 2013 321/2013). As provas de avaliação compreendem avaliação contínua e/ou a realização de exames finais e poderão incluir outros elementos tais como, testes, trabalhos escritos ou práticos, projectos individuais ou em grupo, entre outros elementos. Os objectivos de aprendizagem específicos assim como os critérios de avaliação específicos para cada Unidade Curricular estão definidos na respectiva Ficha da Unidade Curricular (FUC).
Regime de Estudo
´O Curso é ministrado em horário diurno.
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Os licenciados em Química têm acesso direto ao Mestrado em Química (2 º ciclo) e podem ter acesso a outros Mestrados, em especial o Mestrado em Química Forense. A Licenciatura em Química com Menor em Física garante as condições legais para o acesso ao grau de Mestre em Ensino de Química e Física.
Condições de Acesso e Ingresso

Provas de Ingresso: Física e Química (07) e Matemática A (19).

A informação disponibilizada não dispensa a consulta à página da Direção Geral do Ensino Superior (DGES) e/ou a página dos Candidatos. Consultar página web da DGES e dos Candidatos

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
A aprendizagem prévia poderá ser reconhecida de acordo com a legislação e regulamentos em vigor.
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado e republicado pelo DL n.º 107/2008, de 25 de Junho; Portaria n.º 782/2009, de 23 de Julho. O plano de estudos enquadra-se no Despacho nº 1824/2009.
Saídas Profissionais
A Química fornece materiais e métodos usados noutras ciências, o que potencia a sua empregabilidade. Laboratórios: I&D, Controlo Químico da Qualidade, Análises Químicas e Clínicas, Medicina Legal, Polícia Científica e outros; Industria: Química, Farmacêutica, Petroquímica e Alimentar; Auditoria e Consultadoria; Professores (básico, secundário e superior); Gestão de processos e laboratórios.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Número de créditos, segundo o sistema europeu de transferência de créditos, necessário à obtenção do grau ou diploma: 180 ECTS.
Na variante sem Menor, as áreas científicas e créditos obrigatórios para a obtenção do grau ou diploma são: Química, 129 ECTS; Matemática, 12 ECTS; Física, 15 ECTS, Bioquímica 6 ECTS; Engenharia Informática, 6 ECTS. As áreas científicas e créditos opcionais para a obtenção do grau ou diploma são: Química, 0-12 ECTS; Engenharia Química, 0-12 ECTS.
Na variante com Menor, as áreas científicas e créditos obrigatórios para a obtenção do grau ou diploma são: Química, 123 ECTS; Matemática, 12 ECTS; Física, 15 ECTS, Bioquímica 6 ECTS; Engenharia Informática, 6 ECTS. As áreas científicas e créditos opcionais para a obtenção do grau ou diploma são: Química, 0-6 ECTS; Física, 0-6 ECTS; Área Científica do menor, 30 ECTS.

Plano de Estudos
Tronco comum
Áreas de especialização
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2015-03-23 a 2021-03-22
R/A-Ef 1546/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18