a carregar...

Licenciatura em Bioquímica

Departamento de Ciências da Vida

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

9015

Tipo de Curso

1º Ciclo - Licenciatura

Qualificação Atribuída

Licenciado

Duração

6 Semestre(s)

Créditos ECTS

180.0

Coordenador(es) do Curso

Luís Manuel de Oliveira Martinho do Rosário (lrosario@ci.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

António Jorge Rebelo Ferreira Guiomar (aguiomar@ci.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
A licenciatura em Bioquímica da FCTUC tem como objetivo essencial promover formação científica de base, numa área de forte desenvolvimento científico e técnico, indispensável na continuação da formação na área das Ciências da Vida, nomeadamente no mestrado em Bioquímica e outros, ou na atividade profissional nesta mesma área.
A sólida formação de base, com ênfase na pesquisa experimental e na capacidade de transmissão da informação, pretende facilitar a aquisição de competências diversificadas a obter por formação posterior, uma mais-valia numa área onde são visíveis rápidas transformações científicas e tecnológicas. A formação incluiu uma área considerada nuclear na formação (Química e Bioquímica), uma área de formação básica estruturante transversal (Biologia, Física e Matemática e Biologia Molecular). A licenciatura permite aos alunos adquirir formação complementar da sua área de formação, através da estrutura em Menores em diversas áreas do saber. Aliada a esta formação está a formação na capacidade de cálculo, na capacidade de desenvolver investigação com base experimental desde conceber um desenho experimental, construir uma proposta, um relatório e uma apresentação, para além da eficiente utilização dos meios computacionais.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
A licenciatura em Bioquímica da FCTUC tem como objetivo essencial promover formação científica de base, numa área de forte desenvolvimento científico e técnico, indispensável na continuação da formação na área das Ciências da Vida, nomeadamente nos vários mestrados do DCV ou e outros, ou na atividade profissional nesta mesma área.
Experiência de investigação é uma parte essencial da experiência de graduação em bioquímica. Esta experiência de investigação é alcançada através de cursos de laboratório e através de um período num laboratório de investigação.
A formação no âmbito da licenciatura pretende desenvolver aptidões e competências no estudante que no final lhe permita:
1. Compreensão dos fundamentos de química e biologia e os princípios fundamentais da bioquímica e consciência dos principais problemas na vanguarda da disciplina.
2. Capacidade de dissecar um problema nas suas principais características, projetar experiências, entender as limitações da abordagem experimental, e de interpretar os dados experimentais
3. Comunicar os resultados e fundamentar as conclusões dos seus trabalhos a especialistas e não especialistas, usando linguagem científica apropriada, de forma clara e sucinta.
4. Capacidade de trabalhar em laboratório de forma precisa e reprodutível com segurança e eficácia.
5.Demonstrar espírito de iniciativa, capacidade de decisão, espírito crítico e flexibilidade no desempenho profissional em diferentes áreas relacionadas com a Bioquímica.
6. Demonstrar capacidade de colaborar e integrar de equipas de trabalho multidisciplinares desenvolvendo projetos inovadores de base científica e tecnológica.
Regime de Estudo
Diurno
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Poderão candidatar-se a diferentes Mestrados para os quais tenham habilitação
Condições de Acesso e Ingresso

Duas das seguintes provas: Biologia e Geologia (02); Física e Química (07); Matemática (16).

A informação disponibilizada não dispensa a consulta à página da Direção Geral do Ensino Superior (DGES) e/ou a página dos Candidatos. Consultar página web da DGES e dos Candidatos

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
O reconhecimento da aprendizagem prévia far-se-á nos termos do disposto no “Regulamento de Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional da Universidade de Coimbra”, Regulamento nº 191/2014, publicado no Diário da República, 2ª série, nº 93 de 15/05/2014
Enquadramento Legal da Qualificação
Despacho n.º 12911/2008 publicado no Diário da República n.º 88, série II, de 7 de Maio e as alterações constantes no Despacho nº 20224/2009 publicado no Diário da República nº 173, II série, de 7 de Setembro.
Saídas Profissionais
Pretende-se que o aluno adquira os conhecimentos fundamentais para que possa prosseguir quer carreiras de pós-graduação científica (Mestrado e Doutoramento), quer carreiras no ensino, quer ainda carreiras em atividades produtivas, tais como Laboratórios de Controlo de Qualidade, Laboratórios de Análises Clínicas e Diagnóstico, Indústria Farmacêutica e Alimentar, Biotecnologia, Toxicologia, Controlo Ambiental e Tecnologia dos Meios de Diagnóstico, entre outras.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública através da ficha anual de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

A qualificação é obtida após aquisição de 180 ECTS de acordo com o plano de estudos do 1º ciclo da licenciatura. O plano inclui a realização, em ambiente de trabalho -estágio, de 12 ECTS em investigação científica ou trabalho técnico em áreas relacionadas com a Bioquímica.

Plano de Estudos
Tronco comum
Áreas de especialização
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2015-04-28 a 2021-04-27
R/A-Ef 1537/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18