a carregar...

Mestrado em Biologia

Departamento de Ciências da Vida

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Plano de estudos em processo de alteração para 2017/2018.

Código DGES

9372

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Continuidade

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

2 Ano(s)

Créditos ECTS

120.0

Categoria

Mestrado de Continuidade

Coordenador(es) do Curso

Isabel Luci Pisa Mata da Conceição (luci@zoo.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

António Manuel Santos Carriço Portugal (aportuga@bot.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
Este mestrado tem como objetivos aprofundar as competências adquiridas no primeiro ciclo e formar profissionais que possam desempenhar na sociedade as diferentes atividades profissionais definidas pela ordem dos Biólogos nos seus estatutos (Dec.-Lei nº 183/98 de 4 de julho; art 54; nº 2). Trata-se pois de um 2º Ciclo mais orientado para a inserção de Biólogos no mercado de trabalho. No entanto; este mestrado não exclui a possibilidade dos alunos optarem por um terceiro ciclo de formação. A possibilidade de frequentar um conjunto variado de opções; em determinada área da Biologia (e.g. Biologia Celular; Ecologia; Biologia Molecular; entre outras) associada à possibilidade de realização de um estágio científico num dos diferentes laboratórios de investigação do Departamento e unidades de investigação associadas; permitirá também que os alunos que sigam este percurso formativo possam optar pela realização de um doutoramento. Pretende-se assim dar aos alunos uma certa autonomia e responsabilização na escolha do seu próprio perfil profissional. O desenvolvimento do programa de Mestrado conta com a colaboração das diferentes Unidades de Investigação do Departamento Ciências da Vida, o que assegura um corpo docente formado por especialistas nacionais e estrangeiros possibilitando a realização do trabalho de tese em laboratório nacionais e internacionais de renome.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
1. Competências instrumentais, e.g.: competência em análise e síntese, competência em organização e planificação, competência em comunicação oral e escrita, conhecimento de uma língua estrangeira, conhecimentos informáticos relativos ao âmbito do estudo, competência em gestão da informação, competência para resolver problemas, capacidade de decisão.
2. Competências pessoais, e.g.: competência em trabalho em grupo, competência em trabalho em equipas interdisciplinares, competência em trabalho num contexto internacional, competência em raciocínio crítico, competência em entender a linguagem de outros especialistas.
3. Competências sistémicas, e.g.: competência em aprendizagem autónoma, adaptabilidade a novas situações, criatividade, liderança, iniciativa e espírito empreendedor, preocupação com a qualidade, competência em aplicar na prática os conhecimentos teóricos, competência em planear e gerir, competência em autocrítica e autoavaliação, competência em investigar.
Regime de Estudo
O Curso é ministrado em horário diurno, a tempo integral e em regime presencial
Acesso a um Nível de Estudos Superior
O Mestrado em Biologia dá acesso a ingressar num Programa de Doutoramento em qualquer área de Biologia ou Ciências Ambientais.o.
Condições de Acesso e Ingresso

1. Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal na área das Ciências da Vida (e.g. Biologia, Biologia Marinha, Bioquímica);
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, nas áreas referidas na alínea a);
c) Titulares de um grau académico superior obtido no estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da FCTUC;
d) Em casos devidamente justificados, os detentores de um currículo científico e profissional relevante para a frequência deste ciclo de estudos e que, como tal, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da FCTUC.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
A experiência adquirida durante o primeiro ciclo ou através da participação em atividades extra-curriculares ligadas à Biologia são tidas em conta durante o processo de seriação dos candidatos. Estas constituem também uma mais-valia na integração dos alunos nas diferentes equipas de investigação e na escolha, por parte do aluno, do projeto de investigação.
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado e republicado pelo DL n.º 107/2008, de 25 de Junho; Portaria n.º 782/2009, de 23 de Julho. O plano de estudos enquadra-se no Despacho nº 22069/2009.
Saídas Profissionais
O estágio profissional poderá ser realizado numa das diferentes instituições com as quais a FCTUC tem mantido ao longo dos anos uma estreita colaboração; como sejam os Hospitais da Universidade de Coimbra; O ICN; as Direções Regionais de Agricultura; as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional e diferentes empresas que exercem a sua atividade no domínio das ciências da vida onde os alunos poderão encontrar saídas profissionais.
O curso possui um vasto conjunto de unidades curriculares optativas que permitirão aos alunos obter uma formação mais específica em determinadas áreas orientada de acordo com a especialização que pretendam obter num futuro programa de doutoramento. A possibilidade de frequentar um conjunto variado de opções; em determinada área da Biologia (e.g. Biologia Celular; Ecologia; Biologia Molecular; entre outras) associada à possibilidade de realização de um estágio científico num dos diferentes laboratórios de investigação do Departamento de Ciências da Vida e unidades de investigação associadas; permitirá também que os alunos que sigam este percurso formativo possam optar pela investigação e pela realização de um doutoramento. Pretende-se assim dar aos alunos uma certa autonomia e responsabilização na escolha do seu próprio perfil profissional.
Regras de Avaliação e Classificação
As regras de avaliação variam consoante a unidade curricular. Na maioria das disciplinas a avaliação é efetuada através da realização de trabalhos escritos muitas vezes complementada com apresentações orais. Noutras unidades curriculares a avaliação é efetuada através da realização de um exame. No caso do seminário e da Iniciação à Investigação Científica, a avaliação é efetuada pelo(s) orientadore(s) e pelas respetivas equipas de investigação tendo em conta o desempenho do aluno. A classificação segue a escala Portuguesa de 0 a 20 valores sendo depois transformada (no caso dos alunos do European Master in Applied Ecology) no sistema Europeu.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

O grau ou diploma será obtido pela reunião da totalidade dos créditos requeridos (120 ECTS)

Plano de Estudos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-12-12
R/A-Ef 1553/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18