Mestrado em Biologia

Objetivos do Curso

"Tem como objetivos aprofundar as competências adquiridas no primeiro ciclo e formar profissionais que possam desempenhar na sociedade diferentes atividades profissionais definidas pela ordem dos Biólogos. É um 2º Ciclo mais orientado para a inserção de Biólogos no mercado de trabalho. No entanto, não exclui a possibilidade dos alunos optarem por um terceiro ciclo de formação. A possibilidade de frequentar um conjunto variado de opções; em Biologia Celular; Ecologia; Biologia Molecular;etc., associada à possibilidade de realização de um estágio científico num dos diferentes laboratórios de investigação do DCV e unidades de investigação associadas permitirá que os alunos possam optar pelo doutoramento. O desenvolvimento do programa de Mestrado conta com a colaboração das diferentes Unidades de Investigação do DCV, o que assegura um corpo docente formado por especialistas nacionais e estrangeiros possibilitando a realização do trabalho de tese em laboratório nacionais e internacionais."

Condições de Acesso e Ingresso

Poderão candidatar-se ao Mestrado em Biologia os titulares do grau de licenciatura ou equivalente legal na área das Ciências da Vida (e.g. Biologia, Biologia Marinha, Bioquímica). Os titulares de uma licenciatura obtida em Portugal ou no estrangeiro em outras áreas do conhecimento e que seja reconhecido pela Comissão Científica do Departamento de Ciências da Vida como capacitante para concluir o mestrado em Biologia (e.g. Geologia, Química, Física, Matemática e Engenharia do Ambiente).

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Saídas Profissionais

O projeto poderá ser realizado numa das diferentes instituições com as quais a FCTUC tem mantido ao longo dos anos uma estreita colaboração; como sejam os Hospitais da Universidade de Coimbra; O ICN; as Direcções Regionais de Agricultura; as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional e diferentes empresas que exercem a sua actividade no domínio das ciências da vida onde os alunos poderão encontrar saídas profissionais. O curso possui um vasto conjunto de unidades curriculares optativas que permitirão aos alunos obter uma formação mais específica em determinadas áreas orientada de acordo com a especialização que pretendam obter num futuro programa de doutoramento.

Regime de Estudo

Tempo integral/Presencial

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Português/Inglês

Regras de Avaliação

Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública pela ficha anual de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7º do RPUC.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

"1. Competências instrumentais, e.g.: competência em análise e síntese, competência em organização e planificação, competência em comunicação oral e escrita, conhecimento de uma língua estrangeira, conhecimentos informáticos relativos ao âmbito do estudo, competência em gestão da informação, competência para resolver problemas, capacidade de decisão.
2. Competências pessoais, e.g.: competência em trabalho em grupo, competência em trabalho em equipas interdisciplinares, competência em trabalho num contexto internacional, competência em raciocínio crítico, competência em entender a linguagem de outros especialistas.
3. Competências sistémicas, e.g.: competência em aprendizagem autónoma, adaptabilidade a novas situações, criatividade, liderança, iniciativa e espírito empreendedor, preocupação com a qualidade, competência em aplicar na prática os conhecimentos teóricos, competência em planear e gerir, competência em autocrítica e autoavaliação, competência em investigar."

Coordenador(es) do Curso

Isabel Luci Pisa Mata da Conceição
luci@zoo.uc.pt

Coordenador de mobilidade

António Manuel Santos Carriço Portugal
aportuga@bot.uc.pt

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia

O reconhecimento da aprendizagem prévia é efetuada de acordo com o Regulamento de Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional da Universidade de Coimbra. A experiência adquirida durante o primeiro ciclo ou através da participação em atividades extra-curriculares ligadas à Biologia são tidas em conta durante o processo de seriação dos candidatos. Estas constituem também uma mais-valia na integração dos alunos nas diferentes equipas de investigação e na escolha, por parte do aluno, do projeto de investigação.

Enquadramento Legal da Qualificação

A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de março, na redação atual

Requisitos para Obtenção da Qualificação

Os estudantes têm de completar, no total, 120 ECTS, correspondendo o 1º ano (2 semestres) a 60 ECTS com várias unidades curriculares, de acordo com o plano de estudos. No 2º ano, os estudantes têm também de completar 60 ECTS, 3 dos quais na unidade curricular de “Projeto de Investigação” (1º semestre) e 57 ECTS na unidade curricular de “Dissertação” (anual), a qual deve ser defendida, em provas públicas, perante um júri constituído para o efeito.

Acesso a um Nível de Estudos Superior

O Mestrado em Biologia dá acesso a ingressar num Programa de Doutoramento em qualquer área de Biologia ou Ciências Ambientais.

Plano de Estudos

Biologia

Ano lectivo
2018-2019

Tipo de Curso
2º Ciclo - Mestrado de Continuidade

Código DGES: 9372

Qualificação Atribuída: Mestre

Duração: 2 Ano(s)

Créditos ECTS: 120.0

Categoria: Mestrado de Continuidade


Candidaturas

Avisos de Abertura


Calendário

1º Semestre
Data de início: 10-09-2018
Data de fim: 20-12-2018
2º Semestre
Data de início: 04-02-2019
Data de fim: 30-05-2019

Acreditações

Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
2017-06-02 a 2023-06-01
Direcção Geral de Ensino Superior
2011-03-18