a carregar...

Programa Inter-Universitário de Doutoramento em Matemática

Departamento de Matemática

Entidade parceira : Universidade do Porto

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2016-2017

Código DGES

9342

Tipo de Curso

3º Ciclo - Doutoramento

Qualificação Atribuída

Doutor

Duração

8 Semestre(s)

Créditos ECTS

240.0

Propina Anual

2750.0 €

Coordenador(es) do Curso

Paulo Eduardo Aragão Aleixo e Neves de Oliveira (paulo@mat.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
O Programa de Doutoramento tem como objetivo um ensino pós-graduado conducente à atribuição do grau de Doutor em Matemática nas áreas em vigor na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, que conferem o grau. Os doutorandos devem tornar-se investigadores independentes e criativos, treinados para dirigir ou colaborar activamente numa ampla gama de actividades de transferência de conhecimento, sendo capazes de ambicionar e gerir um contributo de excelência em Matemática.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
O Programa de Doutoramento em Matemática das Universidades de Coimbra e Porto foi criado em 2007 em resposta à necessidade de desenvolver, organizar e dirigir para um público internacional a crescente actividade dos Departamentos de Matemática das Universidades de Coimbra e do Porto na orientação de estudantes de doutoramento. A sua organização e gestão têm sido, desde o início, regidas pelo objectivo de manter um programa de pós-graduação moderno, cientificamente actualizado, flexível, orientado para a investigação, com projecção internacional e o mais elevado padrão de qualidade. A interacção interdisciplinar e o desenvolvimento de trabalho de investigação em âmbito não académico são também objectivos cuja concretização deverá ser progressivamente intensificada. Os estudantes bem-sucedidos aliarão a uma vasta cultura matemática a capacidade de serem investigadores competitivos em Matemática.
Regime de Estudo
Tempo integral ou parcial e diurno.
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Não se aplica
Condições de Acesso e Ingresso

Os candidatos deverão ter obtido formação académica em Matemática (ou em área afim) de um dos seguintes tipos:
- Mestrado (2º ciclo de estudos superiores no sistema de Bolonha da União Europeia)
- Licenciatura (4 ou mais anos, no sistema pré-Bolonha)
- outro grau considerado, nos termos legais, equivalente a algum dos anteriores.
São também bem-vindos candidatos que esperem satisfazer o requisito anterior antes da data planeada para o início dos seus estudos do Programa. Caso sejam aceites, a admissão fica condicionada à obtenção de um dos graus exigidos.
Excepcionalmente, poderão ser considerados candidatos cujo currículo científico, académico e profissional ateste capacidade para habilitação ao grau de doutor. Compete à Comissão Coordenadora do Programa avaliar se estas
condições especiais de admissão são satisfeitas. Com este intuito, além do certificado de habilitações, os candidatos devem incluir um histórico escolar (lista oficial de disciplinas concluídas e respetivas notas).

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
Excepcionalmente, em função do percurso académico anterior, poderá haver lugar a dispensa total ou parcial da frequência de disciplinas.
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho; Portaria n.º 782/2009, de 23 de Julho.
Saídas Profissionais
Docência, Investigação científica, Banca, Finanças e Seguradoras, Informática e de Telecomunicações, Indústria.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Elaboração e defesa pública de tese original

Plano de Estudos
Calendário
1º Semestre
Data de início: 12-09-2016
Data de início (primeiro ano): 19-09-2016
Data de fim: 19-12-2016
2º Semestre
Data de início: 06-02-2017
Data de fim: 29-05-2017
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2016-02-03 a 2022-02-02
R/A-Ef 1532/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior