a carregar...

Doutoramento em Arte Contemporânea

Colégio das Artes

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

5797

Tipo de Curso

3º Ciclo - Doutoramento

Qualificação Atribuída

Doutor

Duração

3 Ano(s)

Créditos ECTS

180.0

Propina Anual

1750.0 €

Coordenador(es) do Curso

António José Olaio Correia de Carvalho (a.olaio@sapo.pt)

Pedro Filipe Rodrigues Pousada (pedro-pousada@netcabo.pt)

Objetivos Gerais do Curso
Este ciclo de estudos organiza-se em 6 semestres, com a realização de um seminário temático em cada um dos dois primeiros semestres.

O Seminário de Arte Contemporânea pode organizar-se como uma única unidade dividida por dois semestres, ou ser composta de duas unidades independentes. Em qualquer dos casos, será sempre da responsabilidade de um artista de referência ou um investigador em Arte Contemporânea de reconhecido mérito.


Os seminários de Investigação serão o resultado dos planos de investigação dos doutorandos e serão centrados sobre questões materiais e metodológicas dos seus planos de investigação.

Os semestres seguintes são centrados na elaboração do trabalho de tese, sempre acompanhado de orientação tutorial e sujeito à apresentação e apreciação de um relatório semestral por parte do doutorando.

A prestação de prova final com a apresentação da tese exige a prévia aprovação no Seminário assim como dos relatórios semestrais.


O Plano de Estudos deste 3º Ciclo do Colégio das Artes corresponde à necessidade de aprofundar o trabalho de investigação e de reflexão crítica iniciada nos 2ºs ciclos, criando oportunidades para o desenvolvimento de projectos de investigação que cruzam metodologias artísticas com as várias áreas que transversalmente compõem o espectro científico do Colégio das Artes.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
A oferta pedagógica e a respectiva dinâmica curricular tem como objectivo que os estudantes desenvolvam
capacidades de produção teórica e de problematização em ambiente académico e com o devido enquadramento
bibliográfico e metodológico em torno dos conteúdos que desenvolvem enquanto profissionais ligados à cultura
artística.
O objectivo central é a concretização por parte dos estudantes de uma tese, verificando-se um esforço acrescido,
quer no plano curricular como no acompanhamento tutorial, para que a articulação entre teoria e prática se
constitua como um procedimento fundamental e consensualizado na relação dos estudantes tanto com a cultura
académica em que se movimentam numa lógica interdisciplinar como nas práticas em que se encontram
enquadrados profissionalmente- no âmbito artístico, curatorial, de crítica artística, etc-: assim, a deslocação faz-se
entre a definição de uma metodologia de análise e de síntese, a sistematização e organização crítica de ideias, a
atenção em relação aos diferentes regimes judicativos e disciplinares que problematizam a temática escolhida
pelos doutorandos.
A interação pedagógica e a informação sobre aspectos estruturais do desenvolvimento de um projecto de tese são dinâmicas que se realizam nos Seminários de Arte Contemporânea I e II (respectivamente SAC I no 1º e SAC IIno 2º
semestres); no 1º semestre do 1ºano, por exemplo, a produção de um relatório onde os doutorandos desenvolvem
uma análise crítica e reflexiva sobre uma das sessões do ciclo de conferências “As Artes do Colégio” permite aferir
sobre o conhecimento que estes possuem das normas e critérios que definem um documento académico no plano
da escrita, da citação de fontes, da comparação e contraste das informações e dos diferentes modos expressivos
adequados ao desenvolvimento, explanação e defesa de um raciocínio e duma hipótese.
No 2º semestre ocorre um novo momento de avaliação qualitativa com a apresentação do Projecto de Tese e a
submissão do mesmo, em prova pública, à avaliação crítica de um painel de examinadores. Nesta circunstância o
estudante é exposto a uma apreciação que baliza também as suas capacidades argumentativas e de comunicação.
O período de redação da Tese, com a finalidade da sua eventual discussão e defesa pública, reporta-se a uma
construção estruturada e coerente de um texto ou articulação entre texto e o registo de uma prática artística como
objecto e instrumento de estudo. Todos estes momentos de aferição aprofundam de forma consequente a
implicação dos estudantes nos processos pedagógicos, na organização curricular e nos eventos de cultura
artística contemporânea, que definem a atividade do Colégio das Artes.
Regime de Estudo
O Curso é ministrado a tempo integral ou parcial, em regime presencial e horário diúrno
Acesso a um Nível de Estudos Superior
A qualificação dá acesso a formação de nível superior, nomeadamente a estudos de pós-doutoramento.
Condições de Acesso e Ingresso

1. Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor:
a) Os titulares de grau de mestre ou equivalente legal nas áreas de Arquitetura, Arte, Artes do Espectáculo, Belas-Artes, Estudos Artísticos, Estudos Curatoriais, Filosofia, História de Arte e outras que o Colégio das Artes considere conferir capacidade para a realização deste ciclo de estudos;
b) Os titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico do Colégio das Artes;
c) Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico do Colégio das Artes.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) e c) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de mestre, licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
Parte dos ECTS pode ser adquirida por creditação da formação realizada em instituições congéneres nacionais ou internacionais.
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado e republicado pelo DL n.º 107/2008, de 25 de Junho; Portaria n.º 782/2009, de 23 de Julho
Saídas Profissionais
Investigação em Arte Contemporânea.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

O grau de Doutor é conferido aos que, através da aprovação em todas as unidades curriculares que integram o plano de estudos do curso de doutoramento e da aprovação no acto público de defesa da dissertação ou do trabalho de projecto, tenham obtido o número de ECTS fixado.

Plano de Estudos
Avisos de Abertura
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-12-12
R/A-Ef 1513/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior