a carregar...

Doutoramento em Economia

Faculdade de Economia

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

9339

Tipo de Curso

3º Ciclo - Doutoramento

Qualificação Atribuída

Doutor

Duração

4 Ano(s)

Créditos ECTS

240.0

Propina Anual

2770.0 €

Coordenador(es) do Curso

Paulino Maria Freitas Teixeira (pteixeira@fe.uc.pt)

Pedro Miguel Avelino Bação (pmab@fe.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
Objectivos: O Programa de Doutoramento em Economia visa proporcionar uma formação científica avançada em análise económica. O/A doutorando/a em Economia deverá estar apto a desempenhar tarefas de elevada exigência e capaz de se adaptar a novas realidades micro e macroeconómicas. O Programa de Doutoramento em Economia é leccionado por docentes graduados, que apoiam os/as estudantes nas suas escolhas de dissertação e os/as orientam na investigação. Os/As estudantes do Programa serão integrados/as nas actividades normais de investigação da Faculdade. Desde 2009/2010, o Programa de Doutoramento é oferecido em conjunto com a Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho. Em 2011/2012, o primeiro semestre será leccionado em Braga e o segundo semestre será leccionado em Coimbra.
Estrutura Curricular: O Programa inclui a frequência de aulas e seminários, bem como a elaboração e defesa da tese final. A parte lectiva é constituída por unidades curriculares obrigatórias (75 ECTS) e optativas (15 ECTS), sendo que o primeiro ano é constituído apenas por unidades curriculares obrigatórias. A elaboração do projecto de tese terá lugar no quarto semestre e os semestres seguintes serão dedicados à elaboração da tese de doutoramento.
Regime de Estudo
Frequência a tempo integral, regime presencial em horário diurno. As sessões lectivas decorrerem às sextas-feiras (manhã e tarde). No ano lectivo 2011/2012, o 1º semestre decorrerá na Universidade do Minho e o 2º na Universidade de Coimbra.
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Os/As doutorados/as ficam em condições de aceder a um pós-doutoramento, nomeadamente na área da Economia.
Condições de Acesso e Ingresso

1- Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor:
a) Titulares do grau de mestre ou equivalente legal, nomeadamente titulares de grau de mestre em Economia com classificação de Muito Bom ou equivalente, ou titulares do grau de mestre em outras áreas, com classificação de Muito Bom ou equivalente, ou titulares do grau de licenciatura com aproveitamento de Muito Bom ou equivalente na parte escolar de mestrados em Economia ou áreas afins;
b) Titulares do grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico da Faculdade de Economia;
c) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico da Faculdade de Economia.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) e c) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de doutor e não confere
ao seu titular a equivalência ao grau de mestre ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
Existe reconhecimento da formação obtida em instituições de ensino superior nacionais ou estrangeiras.
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, e pelo Decreto-Lei n.º 230/2009, de 14 de Setembro. Despacho 1827/2009 (DR 2a série 9 de 14 de Janeiro de 2009).
Saídas Profissionais
Os/As doutorados/as em Economia encontram-se habilitados/as para o exercício de funções em diversas áreas empresariais, tais como auditoria e consultoria, banca e seguros, estudos e planeamento, ensino e investigação, nomeadamente na administração pública central, regional e local, organismos públicos, empresas e associações, de natureza nacional ou internacional.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

No final do primeiro ano de frequência do Programa, constituído por oito unidades curriculares obrigatórias, o/a estudante terá de se submeter a um exame que incidirá sobre as matérias fundamentais leccionadas durante os dois primeiros semestres. A aprovação neste exame é condição necessária para que o/a aluno/a seja admitido/a ao segundo ano do Programa. No terceiro semestre, o/a candidato/a terá de frequentar e obter aprovação a uma unidade de Seminários de Economia, duas unidades de opção e, ainda, elaborar o Projecto de Tese, de cuja defesa com aprovação depende o subsequente desenvolvimento da tese, a qual será defendida em provas públicas. Este Programa conduz ao grau de doutor em Economia pela Universidade de Coimbra.

Plano de Estudos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2015-03-06 a 2021-03-05
R/A-Ef 1597/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18