a carregar...

Mestrado em Património Europeu, Multimédia e Sociedade de Informação

Faculdade de Letras

Entidade s parceira s : Karl-Franzens Universität Graz, University of Turku, Università del Salento (Univ. di Lecce), Universität zu Köln

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

6648

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

2 Ano(s)

Créditos ECTS

120.0

Categoria

Mestrado de Especialização Avançada

Coordenador(es) do Curso

Joaquim Manuel Costa Ramos Carvalho (joaquim@dei.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Joaquim Manuel Costa Ramos Carvalho (joaquim@dei.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
O mestrado em Património Europeu, Multimédia e Sociedade de Informação promove a integração do conhecimento sobre o passado Histórico Europeu, em especial a sua vertente patrimonial e cultural, com os desenvolvimentos recentes em tecnologias da informação e comunicações, multimédia, direitos de propriedade intelectual e a sua implicação económica, com o objectivo de formar um novo tipo de profissionais capazes de enfrentar as necessidades de produção de novos conteúdos para a sociedade de informação e gerirem com eficácia essas competências em situações práticas. O curso é dirigido a graduados em Humanidades que desejem desenvolver uma combinação versátil de competências e de conhecimentos que lhes permitirão comunicar eficazmente quer com especialistas de conteúdos quer com especialistas tecnológicos e conceber, planear e gerir projectos complexos para a indústria multimédia, para instituições culturais e agências governamentais.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
O mestrado promove a integração do conhecimento sobre o passado Histórico Europeu, em especial a sua vertente patrimonial e cultural com os desenvolvimentos recentes em Tecnologias da Informação e Comunicações, Multimédia, Direitos de Propriedade Intelectual e a sua implicação económica, com o objectivo de formar um novo tipo de profissionais capazes de enfrentar as necessidades de produção de novos conteúdos para a Sociedade de Informação e gerirem com eficácia essas competências em situações práticas. Os principais conhecimentos, aptidões e competências desenvolvidos pelo ciclo de estudos são:
a) Conhecimentos sobre a história e o património europeu, com um foco nos aspectos culturais e artísticos ao longo do tempo, e sua ligação com o património mundial. O principal objectivo é encorajar a compreensão da diversidade e a ideia de uma herança partilhada de múltiplas formas. Os estudantes apreendem como aspectos locais podem ser entendidos numa dimensão global. b) Uma visão geral das novas tecnologias e os novos media digital que elas possibilitam (web, jogos, repositórios digitais, e-learning, tecnologias móveis, etc...). Os estudante apreenderão o potencial, limitações, custos e competências associadas a soluções tecnológicas; c) Competências específicas relacionadas com a produção de conteúdos para os novos media, incluindo: escrever para os novos meios digitais, estruturação e organização de informação nos novos meios, requisitos comunicacionais em meio digital; os estudantes desenvolverão capacidades de produzir e gerir a produção de conteúdos para os novos meios d) Familiaridade com os problemas relacionados com direitos de propriedade intelectual no contexto de projetos relacionados com património e a produção de conteúdos; e) Elevado grau de competências genéricas e transferíveis, particularmente em gestão de projeto e trabalho cooperativo em contexto internacional, incluindo gestão de equipas, ligação a partes interessadas, orçamentação e disseminação. Estes objectivos são desenvolvidos com uma estrutura curricular e metodologia orientada ao projeto inserida num programa de âmbito internacional, que funciona com 5 instituições que partilham estes objectivos de formação e fornecem trajectos de especialização dentro destes objectivos comuns. O grau de cumprimento destes objectivos é medido pelos produtos que resultam do trabalho dos estudantes, em especial os projectos elaborados em contexto colaborativo, local e internacional e as dissertações, feitas sempre que possível com co-orientações trans-nacionais e em língua inglesa.
Regime de Estudo
O Curso é ministrado em horário diurno.
Acesso a um Nível de Estudos Superior
Doutoramento
Condições de Acesso e Ingresso

1 - Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares do grau de licenciado em História, História da Arte, Arqueologia ou licenciatura da área do Património Cultural;
b) Os titulares de grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, nas áreas referidas na alínea a);
c) Titulares de grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo conselho científico da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra;
d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
NA
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de março, alterado e republicado pelo DL n.º 107/2008, de 25 de junho; Portaria n.º 782/2009, de 23 de julho.
Saídas Profissionais
Gestor de projeto na área das indústrias culturais e criativas,
criador ou gestor de conteúdos na área patrimonial.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

Aproveitamento nos seminários do primeiro ano e elaboração e defesa com sucesso de dissertação-projeto ao fim do segundo ano.

Plano de Estudos
Percursos
Calendário
1º Semestre
Data de início: 11-09-2017
Data de fim: 21-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2013-11-04 a 2019-11-03
R/A-Ef 3441/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18