a carregar...

Mestrado em Investigação Biomédica

Faculdade de Medicina

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2017-2018

Código DGES

M217

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

2 Ano(s)

Créditos ECTS

120.0

Categoria

Mestrado de Especialização Avançada

Coordenador(es) do Curso

Henrique Manuel Paixão dos Santos Girão (hgirao@ibili.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Marilia Assunção Rodrigues Ferreira Dourado (mdourado@fmed.uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
O mestrado em Investigação Biomédica pretende criar as condições para o desenvolvimento de uma formação diferenciada e de elevado mérito científico que prepare os alunos para o desenvolvimento de actividades de Investigação em Biomedicina. Por forma a atingir estes objectivos, o MIB está alicerçado na excelência da formação associada à excelência da investigação científica em biomedicina, proporcionando um ambiente que permita uma formação e preparação de cientistas capazes de vir a desenvolver ou participar em actividades de
investigação nos diferentes ramos de especialização do curso, nomeadamente “Ciencias da Visão”, “Neurociências”, “Oncobiologia” e “Infecção e Imunidade”. Pretende-se aproximar o aluno dos processos reais e quotidianos que governam as práticas de investigação científica, incluindo formulação de hipóteses válidas,
desenho experimental, experimentação, interpretação critica dos resultados e análise da sua relevância para o avanço do conhecimento científico.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
O Mestrado em Investigação Biomédica (MIB) pretende criar as condições para o desenvolvimento de uma formação diferenciada e de elevado mérito científico que prepare os alunos para o desenvolvimento de actividades de Investigação em biomedicina. O MIB está alicerçado na excelência da formação associada à excelência da investigação científica em Biomedicina e visa criar condições de excelência para a formação de cientistas que possam vir a desenvolver ou participar em actividades de investigação nos diferentes ramos de especialização do curso. O MIB inclui áreas científicas de reconhecida excelência na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e corresponde à identificação de grupos de investigação onde existem competências bem demonstradas por produção científica activa e por orientação de actividades de formação pós-graduada. O MIB destina-se a atrair alunos altamente motivados e qualificados que concluíram com sucesso o 1º ciclo de formação em áreas
adequadas à prossecução de uma carreira técnica e/ou científica diferenciada e que envolva uma forte componente de Investigação Biomédica. Para tal os alunos realizarão UnC em áreas estruturantes e transversais, e que constituem pilares para o desenvolvimento de um trabalho de investigação em biomedicina sólido e bem sucedido, para alem de UnC em áreas especificas, de acordo com o ramo de especialização eleito pelo aluno. Assim, o MIB é curso orientado principalmente para a aquisição de competencias para a realização investigação, tendo o aluno a liberdade de moldar o seu percurso cientifico e curricular, de acordo com os seus objectivos, tendo a oportunidade de selecionar os cursos avançados que pretende realizar, dentro do oferta existente nao so na FMUC ou outras
instituições pertencentes à UC, mas também de outras IES ou institutos de investigação. Para garantir o cumprimento destes objectivos, o coordenador do MIB tem encontros frequentes com alunos e docentes.
Regime de Estudo
O Curso é ministrado a tempo integral ou parcial, em regime presencial e horário diúrno
Acesso a um Nível de Estudos Superior
1 - Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Licenciados Pré ou Pós-Bolonha ou habilitação legalmente equivalente, em Medicina, Ciências Básicas da Saúde, Medicina Dentária, Ciências Básicas da Saúde Oral, Biologia, Bioquímica, Farmácia, Biotecnologia ou outras licenciaturas afins consideradas relevantes pelo Conselho Científico da FMUC;
b) Titulares do grau de mestre numa área das Ciências da Saúde;
c) Detentores de um currículo escolar, científico e/ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da FMUC, atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos;
d) Titulares do curso de Pós-Graduação em Investigação Biomédica (concluído há menos de 5 anos);
e) Candidatos oriundos de países não aderentes ao Processo de Bolonha (salvo se a instituição de proveniência tenha protocolo nesse sentido com a Faculdade de Medicina) terão de apresentar uma autorização do Conselho Científico para se candidatar ao curso.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.
Condições de Acesso e Ingresso

a) Titulares do grau de licenciado, mestrado ou equivalente legal em Medicina, Ciências Básicas da Saúde, Medicina Dentária, Biologia, Bioquímica, Farmácia, Biotecnologia ou outras licenciaturas afins;
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.o ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;
c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos;
d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
Aplica-se o disposto no Artigo 45º do Decreto –Lei nº 74/2006, de 24 de Março, com a redacção que lhe foi dada pelo DL nº107/2008, de 25 de Junho
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado e republicado pelo DL n.º 107/2008, de 25 de Junho; Portaria n.º 782/2009, de 23 de Julho
Saídas Profissionais
O mestrado pretende criar as condições para o desenvolvimento de uma formação diferenciada e de elevado mérito científico que prepare os aluno para o desenvolvimento de actividades de Investigação em Biomedicina. Alicerça-se na excelência da formação associada à excelência da investigação científica em Biomedicina e visa criar condições para a formação de cientistas que possam vir a desenvolver ou participar em actividades de investigação nos diferentes ramos de especialização do curso.
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação

A aprovação na unidade curricular de Rotações Laboratoriais (15 ECTS) e na apresentação pública da dissertação (45 ECTS), em conjunto com a nota da parte lectiva dos dois primeiros semestres, confira o grau de Mestre, cuja nota final será a média ponderada das componentes envolvidas.

Plano de Estudos
Percursos
Avisos de Abertura
Calendário
1º Semestre
Data de início: 04-09-2017
Data de fim: 15-12-2017
2º Semestre
Data de início: 05-02-2018
Data de fim: 30-05-2018
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2017-10-25 a 2023-10-24
R/A-Ef 1671/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18