a carregar...

Mestrado em Nutrição Clínica

Faculdade de Medicina

abrir site outros cursos
Ano lectivo

2016-2017

Código DGES

6199

Tipo de Curso

2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Qualificação Atribuída

Mestre

Duração

2 Ano(s)

Créditos ECTS

120.0

Categoria

Mestrado de Especialização Avançada

Coordenador(es) do Curso

Lélita Conceição Santos (lcsantos@fmed.uc.pt)

Coordenador(es) Departamental(ais) ECTS

Marilia Assunção Rodrigues Ferreira Dourado (mdourado@fmed.uc.pt)

Nicole Melanie Farias Dourado (uc16934@uc.pt)

Objetivos Gerais do Curso
1- Reconhecer os vários tipos de alimentos identificando os seus nutrientes tais como proteínas, gorduras, hidratos de carbono, minerais, vitaminas e oligoelementos. 2 - Avaliar as quantidades totais e relativas de cada um dos nutrientes nos alimentos completos. 3 - Conhecer todos os fenómenos de ingestão, absorção, digestão e biodisponibilidade dos nutrientes com vista a uma nutrição correcta. 4 - Propor regimes alimentares saudáveis adaptados aos hábitos e cultura das populações usando principalmente alimentos nacionais ou na sua maior parte. 5 - Aconselhar dietas especiais que em certas regiões ou determinadas épocas, tenham objectivo de prevenir doenças prevalecentes nessas zonas, como por exemplo enriquecimento de água em flúor em zonas de hipotiroidismo, modificações técnicas da fumagem de alimentos em áreas com prevalência de cancro do estômago, etc. 6 - Dialogar com as entidades oficiais discutindo novas técnicas que permitam a obtenção de melhores produtos vegetais ou animais destinados à Nutrição Humana. 7 - Projectar e organizar estratégicas de controlo industrialização e armazenamento de alimentos em colaboração com outros profissionais especializados. 8 - Educar e formar pessoas a outros níveis para além dos médicos que possam divulgar as normas da Nutrição Saudável. 9 - Propor dietas especiais adaptadas aos vários tipos de situações patológicas no sentido dos alimentos actuarem com auxiliares terapêuticos.
O Mestrado em Nutrição Clínica contará na sua docência com aulas teóricas, aulas práticas e aulas teórico-práticas. Realizar-se-ão seminários, durante o 2º ano do curso, sobre temas como merecedores de desenvolvimento. Organiza-se pelo sistema de ECTS. A aprovação em todas as disciplinas do componente escolar do Mestrado confere direito a um diploma de Curso Pós-Graduação.
Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver
Nas aulas de Ensino Prático os alunos treinarão quer no Laboratório quer junto de doentes, quer ainda com
pessoas saudáveis, a aplicação prática de todas as matérias leccionadas nas aulas teóricas.
Os alunos terão essencialmente oportunidade de adquirir conhecimentos nas áreas práticas da bioquímica
alimentar, bromatologia, técnicas de abordagem comportamental humana perante a alimentação e execução
dos vários tipos de inquéritos alimentares.
O número total de aulas práticas será programado por cada Disciplina de acordo com o número de ECTS a esta
atribuído.
Durante o Curso de Mestrado em Nutrição Clínica serão ministrados Seminá¬rios. Estes terão apenas lugar no
segundo ano de estudos. Será ainda durante esta época que o aluno aproveitará para organizar e executar um
trabalho de desenvolvi¬mento experimental em qualquer uma das áreas científicas à sua escolha para
elabo¬rar a sua tese final.
Os seminários está sujeitos ao mesmo regime de faltas que para as aulas do 1.º ano.
A avaliação nesta área será contínua e aferida por um trabalho de pesquisa (a definir entre a Coordenação do
Mestrado e o aluno), sendo a nota final, do conjunto de todos os seminários e do trabalho.
Regime de Estudo
O Curso é ministrado a tempo integral ou parcial, em regime presencial e horário diúrno
Acesso a um Nível de Estudos Superior
O grau de Mestre em Nutrição Clínica será alcançado quando o estudante obtiver 120 ECTS, duração do curso é de 2 anos. Depois da obtenção do grau de Mestre é possível avançar para o 3º ciclo de estudos (Doutoramento).
Condições de Acesso e Ingresso

1 - Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:
a) Titulares de licenciatura ou mestrado integrado em Medicina ou Ciências da Nutrição;
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, nas áreas referidas na alínea a);
c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos;
d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos.
2 - O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do n.º 1 tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou o reconhecimento desse grau.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia
Aplica-se o disposto no Artigo 45º do Decreto –Lei nº 74/2006, de 24 de Março, com a redacção que lhe foi dada pelo DL nº107/2008, de 25 de Junho
Enquadramento Legal da Qualificação
A qualificação tem enquadramento no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado e republicado pelo DL n.º 107/2008, de 25 de Junho; Portaria n.º 782/2009, de 23 de Julho
Saídas Profissionais
Integração em Projectos de investigação em Nutrição Clínica
Exercício profissional na área da Nutrição Clínica
Regras de Avaliação e Classificação
Sendo a avaliação uma atividade pedagógica indissociável do ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos estudantes, o seu espírito crítico, a capacidade de enunciar e de resolver problemas, bem como o seu domínio da exposição escrita e oral. São admitidos a provas de avaliação os estudantes inscritos nas respetivas unidades curriculares no ano letivo a que as provas dizem respeito e, simultaneamente, inscritos nessas provas, quando tal inscrição for necessária, nos termos do nº 6 do artigo 4º do Regulamento Pedagógico da Universidade de Coimbra. Entendem-se por elementos de avaliação os seguintes exemplos: Exame escrito ou oral, testes, trabalhos escritos ou práticos, bem como projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter de ser defendidos oralmente e a participação nas aulas. A avaliação de cada unidade curricular pode incluir um ou mais dos elementos de avaliação indicados anteriormente. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública na ficha de unidade curricular, nos termos do nº 2 do artigo 7.º do RPUC.
Requisitos para Obtenção da Qualificação


O Mestrado em Nutrição Clínica é composto por uma parte curricular e um projecto e defesa de uma dissertação.

Plano de Estudos
Calendário
1º Semestre
Data de início: 12-09-2016
Data de fim: 22-12-2016
2º Semestre
Data de início: 06-02-2017
Data de fim: 31-05-2017
Acreditações
- A3ES
Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
Período(s)
  • 2016-07-28 a 2017-07-27
R/A-Ef 1674/2011 - DGES
Direcção Geral de Ensino Superior
Período(s)
  • 2011-03-18