Mestrado em Culturas Urbanas

Entidades parceiras: Universität Augsburg, Universidad de Santiago de Compostela

Objetivos do Curso

1. Oferecer uma formação de excelência no domínio dos estudos culturais e urbanos assente no diálogo entre as ciências sociais e as humanidades, destacando o papel das últimas na compreensão da complexidade urbana. 2. Oferecer um currículo inovador que, incorporando contributos teóricos e práticos, coloca a tónica na relevância das artes e da cultura para o planeamento e a gestão urbana sustentáveis; 3. Apostar numa qualificação que considere a importância das políticas públicas e da governança urbana, destacando o papel dos imaginários e das estéticas na formação das identidades urbanas; 4. Contribuir para uma formação transdisciplinar, transprofissional e transnacional de novas gerações de técnicos, gestores urbanos e políticos para as cidades; 5. Proporcionar uma formação de cariz internacional, assente na partilha de conhecimentos científicos, experiências profissionais e enquadramentos societais emergentes de diversos contextos urbanos, nomeadamente da Europa e da América Latina.

Condições de Acesso e Ingresso

a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal nas áreas da geografia, literatura/estudos culturais, etnologia, sociologia, história, ciência política, urbanismo, arquitetura ou similares; b) Titulares de grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos (CE), organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, nas áreas referidas; c) Titulares de grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo conselho científico (CC) responsável pelo CE de mestrado nas áreas referidas; d) Em casos devidamente justificados, podem aceder ao CE de mestrado candidatos que apresentem um currículo científico e profissional relevante e que, como tal, seja reconhecido pelo CC responsável pelo CE de mestrado. Todos os candidatos têm de comprovar formalmente o domínio da língua inglesa (C1) e da língua portuguesa (C1) ou da língua espanhola (C1).

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Saídas Profissionais

O programa internacional de Mestrado em Culturas Urbanas baseia-se investigação e visa a aquisição de competências interdisciplinares e trans-profissionais: 1) Com base na sua formação académica preliminar, os estudantes são preparados para a gestão de desafios transdisciplinares que dizem respeito tanto à transferência da ciência para a sociedade urbana como à inclusão de conhecimentos e práticas não-universitárias. 2) É colocada uma ênfase especial não só no horizonte transnacional europeu, mas também transatlântico, permitindo a compreensão - transversal - da complexidade urbana que, além do local e global, abrange também a dimensão glocal das culturas urbanas. 3) O conteúdo do programa do Mestrado centra-se na pluralidade do significado da cultura, que transcende os teatros, museus, salas de concerto, etc., incluindo de forma crítica a contribuição reflexiva sobre as expressões da cultura popular, as chamadas subculturas e as dinâmicas socio-ecológicas. 4) A orientação interdisciplinar e internacional do programa dá aos estudantes a oportunidade de adquirirem competências interculturais e entre disciplinas. 5) Ao fazerem as suas próprias experiências em língua estrangeira em outras cidades e contextos culturais, os estudantes podem identificar e refletir melhor sobre os seus próprios modelos etnocêntricos e logocêntricos, tornando-se sensíveis ao potencial das culturas urbanas inclusivas. Isto envolve a perceção (aisthesis) do "património cultural" urbano na sua dimensão holística.
Os campos de atividade subsequentes dos futuros mestres em Urban Cultures incluem a integração como técnicos especializados em: Gabinetes Culturais Municipais, Intermunicipais e Regionais; Ministérios e Agências Governamentais; Gabinetes e instituições de gestão cultural e do património; Empresas dos domínios culturais e criativas; Instituições culturais (planeamento de atividades e de relação com a comunidade); Gabinetes de arquitetura, urbanismo e planeamento urbano; Agências públicas no domínio da sustentabilidade; Agências públicas responsáveis por políticas de igualdade, diversidade e inclusão social; Agências municipais, intermunicipais e regionais de turismo; Organizações Não Governamentais, organizações do terceiro setor e movimentos de cidadãos.

Regime de Estudo

Presencial

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Português; Espanhol; Inglês

Regras de Avaliação

Sendo a avaliação uma atividade pedagógica intimamente associada ao ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos/as estudantes; a sua capacidade de pensar criticamente, enunciar e resolver problemas; bem como o domínio da exposição escrita e oral. A filosofia de ensino e aprendizagem do curso privilegia a avaliação periódica, nos termos definidos no Regulamento Académico da Universidade de Coimbra (RAUC), artigo 109ª. Nesse sentido, são entendidos como elementos possíveis de avaliação: as apresentações orais em sala de aula; os trabalhos escritos ou práticos, a realização de projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter que ser defendidos oralmente, num número máximo de três elementos. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os/as estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública pela ficha anual de unidade curricular, nos termos do nº 6 do artigo 109º do RAUC. A dissertação é avaliada de acordo com o descrito no Regulamento Académico da Universidade de Coimbra. As aulas podem decorrer em português, espanhol ou inglês, sendo que os trabalhos escritos e a dissertação podem também ser escritos e defendidos em uma das três línguas: inglês, português ou espanhol. A língua usada na avaliação é definida, caso a caso, pelo/a estudante juntamente com os/as coordenadores/as do programa de mestrado e os/as docentes responsáveis pela unidade curricular ou o/a orientador/a de dissertação. Nos semestres lecionados na Universidade de Augsburg e na Universidade de Santiago de Compostela, aplicam-se os regulamentos de avaliação das respetivas instituições. O mesmo acontece com a avaliação da dissertação, no caso de ela ser realizada numa dessas universidades.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

No final do mestrado, as e os estudantes terão adquirido: 1) competências de análise, compreensão e intervenção sobre as realidades urbanas contemporâneas, a partir dos contributos de diferentes disciplinas, numa inovadora abordagem transdisciplinar; 2) conhecimentos no domínio dos estudos urbanos que incorporam e relacionam as abordagens sociológicas, da geografia e das humanidades sobre as cidades e que permitem captar não apenas as suas dimensões sociais e espaciais, mas também as dimensões simbólicas e estéticas expressas nos discursos e nas dinâmicas culturais e criativas urbanas; 3) aptidões para dar conta da intrínseca multidimensionalidade e pluralidade dos fenómenos urbanos, concebendo e mediando a ação de diferentes saberes e profissões associadas à intervenção nas cidades, tendo em conta a diversidade de contextos urbanos à escala internacional.

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia

O reconhecimento da aprendizagem prévia é efetuado de acordo com o Regulamento Académico da Universidade de Coimbra, nos termos fixados no Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de março, na sua redação atual.

Enquadramento Legal da Qualificação

Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, na redação atual

Requisitos para Obtenção da Qualificação

A obtenção do grau exige que a/o estudante tenha: i) concluído os 120 ECTS previstos no plano de estudos; ii) participado da Summer School (a realizar antes do início do terceiro semestre); iii) participado no Colóquio de Estudantes (a realizar no final do 4º trimestre); defendido publicamente a sua dissertação.

Acesso a um Nível de Estudos Superior

Acesso a doutoramento em áreas científicas afins.

Plano de Estudos

Culturas Urbanas

Ano lectivo
2023-2024

Tipo de Curso
2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Qualificação Atribuída: Mestre

Duração: 2 Ano(s)

Créditos ECTS: 120.0

Categoria: Mestrado de Especialização Avançada


Candidaturas

Avisos de Abertura


Acreditações

Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
2023-07-31 a 2029-07-30
Direcção Geral de Ensino Superior

Documentos

17_2022_Guião de acreditação prévia de novo ciclo de estudos

27_2022_Decisão do Conselho de Administração