Licenciatura em Economia

Objetivos do Curso

A licenciatura em Economia (LE) visa assegurar a aquisição dos conhecimentos científicos fundamentais para o desempenho de funções especializadas no domínio da economia. A perspetiva adotada assenta no desenvolvimento das competências de base capazes de alicerçar o espírito crítico por forma a sustentar percursos profissionais diversificados. Para além da formação básica em Macroeconomia e Microeconomia, a LE assegura uma formação em Métodos Quantitativos e Gestão, assim como em áreas complementares às ciências económicas e empresariais. A licenciatura visa ainda promover atividades que assegurem a integração de conhecimentos, o trabalho em equipa e a aquisição de competências transversais, permitindo uma aproximação ao futuro trajeto profissional. A valorização da mobilidade internacional e a oferta de unidades curriculares lecionadas em inglês reforça a orientação internacional da licenciatura.

Condições de Acesso e Ingresso

Concurso Nacional de Acesso e ingresso ao ensino superior (DGES):

Provas de Ingresso:
Um dos seguintes conjuntos:
19 Matemática A
ou
04 Economia
19 Matemática A
ou
18 Português
19 Matemática A

Classificações Mínimas:
Nota de candidatura: 95 pontos (na escala 0-200)
Provas de ingresso: 95 pontos (na escala 0-200)

Fórmula de Cálculo:
Média do secundário: 50%
Provas de ingresso: 50%

Outras formas de acesso (UC-candidatos):

- Regimes de Reingresso e Mudança de Par Instituição/Curso;
- Concurso Especial de Acesso para Maiores de 23 anos;
- Concurso Especial de Acesso para Titulares de Outros Cursos Superiores;
- Concurso Especial para Estudantes Internacionais.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta à página da Direção Geral do Ensino Superior (DGES) e/ou a página dos Candidatos. Consultar página web da DGES e dos Candidatos

Saídas Profissionais

Os/As licenciados/as em Economia encontram-se habilitados/as para o exercício de funções em diversas áreas empresariais, tais como auditoria e consultoria, banca, seguros e outros operadores financeiros, energia e ambiente, turismo, saúde, marketing e estudos de mercado, etc. Adicionalmente as suas competências permitem-lhes também exercer funções em entidades reguladoras setoriais e supervisoras do mercado, em gabinetes de estudo e de investigação económica, em entidades de ensino e investigação, na administração pública e organismos públicos e em entidades associativas.

Regime de Estudo

Frequência a tempo integral ou tempo parcial, regime presencial em horário diurno

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Português; Inglês

Regras de Avaliação

Sendo a avaliação uma atividade pedagógica intimamente associada ao ensino, destina-se a apurar as competências e os conhecimentos adquiridos pelos/as estudantes; a sua capacidade de pensar criticamente, enunciar e resolver problemas; bem como o domínio da exposição escrita e oral. A filosofia de ensino e aprendizagem do curso privilegia a avaliação periódica, nos termos definidos no Regulamento Académico da Universidade de Coimbra (RAUC), artigo 109ª. Nesse sentido, são entendidos como elementos possíveis de avaliação: as apresentações orais em sala de aula; os trabalhos escritos ou práticos, a realização de projetos, individuais ou em grupo, que poderão ter que ser defendidos oralmente, num número máximo de três elementos. A classificação de cada estudante, para cada unidade curricular, traduz-se num valor inteiro compreendido entre 0 e 20 valores e consideram-se aprovados os/as estudantes que obtiverem a classificação final mínima de 10 valores. Sempre que a avaliação de uma unidade curricular compreenda mais do que um elemento de avaliação, a nota final é calculada a partir das classificações obtidas em cada elemento de avaliação, através de uma fórmula tornada pública pela ficha anual de unidade curricular, nos termos do nº 6 do artigo 109º do RAUC.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

1. Compreender a realidade económica com base numa sólida aprendizagem dos conhecimentos fundamentais nos ramos microeconómicos e macroeconómicos da ciência económica; 2. Interpretar a realidade empresarial através da compreensão de conceitos fundamentais da Gestão e de conhecimentos em áreas complementares às ciências económicas, ancorada numa perspetiva ética e de sustentabilidade; 3. Analisar dados recorrendo a conceitos, métodos e técnicas de estatística e econometria utilizando ferramentas informáticas adequadas; 4. Aplicar os conhecimentos em projetos de análise da realidade económica e empresarial, demonstrando capacidade de trabalho em equipa, capacidade de comunicação oral e escrita e a compreensão do contexto económico global; 5. Estabelecer um percurso de desenvolvimento de competências transversais orientado para o futuro percurso profissional num contexto internacionalizado, no âmbito do ecossistema de oportunidades da FEUC.

Coordenador(es) do Curso

Carlota Maria Miranda Quintal
qcarlota@fe.uc.pt

Micaela Andreia Alegria Antunes
uc36926@uc.pt

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia

O reconhecimento da aprendizagem prévia é efetuado de acordo com o Regulamento Académico da Universidade de Coimbra e Regulamento de Creditação de Formação Anterior e de Experiência Profissional da Universidade de Coimbra.

Enquadramento Legal da Qualificação

DL 74/2006, de 24 de março na sua redação em vigor

Requisitos para Obtenção da Qualificação

A Licenciatura em Economia, com a duração de três anos (seis semestres), é atribuída a quem obtiver 180 ECTS, repartidos por UCs obrigatórias (138 ECTS) e por UCs optativas (42 ECTS). Das UCs obrigatórias constam um projeto integrador (12 ECTS) e uma UC de skills (6 ECTS) no terceiro ano da licenciatura. As UCs optativas são organizadas em blocos, fazendo com que cada opção seja condicionada. Dois desses blocos pertencem ao 2º ano, sendo um deles na área de Métodos Quantitativos/Sistemas de Informação no 1º semestre e o outro na área de gestão no 2º semestre. No terceiro ano existem três blocos de opcionais condicionadas, um nas áreas Multidisciplinares, outro na área de Economia e outro na área de Gestão. Os estudantes devem escolher quatro UCs de entre estes blocos, uma de cada área podendo escolher duas de Economia ou Gestão. O painel de optativas contempla ainda uma UC de escolha livre de entre todas as que são oferecidas na FEUC.

Acesso a um Nível de Estudos Superior

Os/as licenciados/as em Economia possuem competências para se candidatarem a um curso de 2.º ciclo.

Plano de Estudos

Economia

Ano lectivo
2024-2025

Tipo de Curso
1º Ciclo - Licenciatura

Código DGES: 9081

Qualificação Atribuída: Licenciado

Duração: 3 Ano(s)

Créditos ECTS: 180.0


Candidaturas

Avisos de Abertura


Acreditações

Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior
2023-07-31 a 2029-07-31
Direcção Geral de Ensino Superior

Nº Registo: R/A-Cr 33/2023

2023-07-13

Documentos

17_2022_Guião de acreditação prévia de novo ciclo de estudos

25_2022_Relatório final Comissão de Avaliação Externa