Mestrado em Construção em Madeira

Objetivos do Curso

O curso pretende criar uma oferta formativa na área da Engenharia de Madeiras especificamente na transmissão de conhecimentos avançados no domínio dos produtos florestais, com destaque para a madeira e para a sua ligação com a Engenharia de Estruturas e a Arquitetura, não só na conceção e construção de novas estruturas, mas também na conservação e reabilitação de estruturas existentes. Embora já há mais de 20 anos seja oferecida formação básica em Estruturas de Madeira, nesta e noutras Escolas de Engenharia nacionais, constata-se que a preparação recebida é insuficiente para lidar com a crescente complexidade técnica dos projetos de estruturas deste material, aumentando o risco de ocorrência de erros de projeto e defeitos de conceção que colocam em risco o desempenho e durabilidade da estrutura. Neste sentido pretende-se ainda transmitir conhecimentos avançados nos tópicos da modelação, práticas ecológicas e sustentabilidade e combinação de materiais na criação de estruturas mistas.

Condições de Acesso e Ingresso

Os candidatos serão avaliados e seriados com base nos seguintes itens de classificação: académica, profissional e competência. Para isso será considerada a formação curricular, na área de Engenharia Civil ou Arquitetura, Engenharia Florestal ou outras áreas afins, e a experiência profissional mínima de 5 anos.

A informação disponibilizada não dispensa a consulta do Aviso de Abertura disponível nesta página.

Saídas Profissionais

Sendo um Mestrado de Formação Avançada, espera-se que os alunos que frequentam o curso estejam já no mercado de trabalho, pelo que a sua perspetiva não será preferencialmente a de uma nova saída profissional, mas sim a de valorização e atualização dos conhecimentos de modo a potenciar a própria competitividade na sua área específica de atuação. O paradigma da construção com madeira em Portugal está a mudar, com base não só nas suas características enquanto material (natural, renovável e ecológico), contribuindo para a sustentabilidade do setor, mas também pela crescente oferta de produtos de madeira. Por outro lado, o mercado da reabilitação continua em expansão em Portugal, possuindo os edifícios intervencionados habitualmente estruturas deste material (pavimentos, coberturas, por exemplo). Esta mudança de paradigma exige uma formação contínua e avançada. Assim, espera-se que a formação destes estudantes represente uma aposta na qualificação do capital humano com atividade nestes setores.

Regime de Estudo

Diurno

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Língua Portuguesa

Regras de Avaliação

Cada unidade curricular define as suas regras de avaliação. A classificação final
das mesmas será entre 0 a 20 valores, considerando-se o estudante aprovado com um mínimo de 10 valores, de acordo com os regulamentos do sistema de avaliação vigente na UC.

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

Pretende-se que os alunos adquiram conhecimentos e competências que lhes permitam:
-Conhecer e compreender os conceitos fundamentais na base da conceção e dimensionamento de estruturas de madeira;
-Conceber, projetar e dimensionar em madeira à luz dos regulamentos europeus visando a obtenção de estruturas estruturalmente eficientes, esteticamente agradáveis e mostrando preocupação por uma construção ecológica e
sustentável;
-Aplicar técnicas de conservação e reabilitação em estruturas de madeira pré-existentes;
-Aplicar conceitos de desenho e pormenorização de soluções em madeira, incluindo BIM;
-Avaliar o comportamento deste tipo de estruturas face a ações específicas como a do sismo;
-Aplicar a madeira em conjunto com outros materiais criando estruturas mistas a fim de tirar o maior partido do comportamento dos materiais envolvidos;
-Desenvolver competências para trabalho autónomo e com elevado nível de especialização nas áreas abordadas nas várias disciplinas disponibilizadas.

Coordenador de mobilidade

João Pedro Simões Cândido Martins
jpmartins@dec.uc.pt

Reconhecimento da Aprendizagem Prévia

Se solicitado pelo estudante, a coordenação do curso, apoiada pela respetiva Comissão Científica, e com base no Regulamento Académico da UC, avaliará a possibilidade de creditação de aprendizagem prévia relevante (profissional ou académica), sem prejuízo da obrigatoriedade de aprovação na u.c. obrigatória e Projeto.

Enquadramento Legal da Qualificação

A obtenção do grau de Mestre é atribuída de acordo com o DL 74/2006, de 24 de Março, com as posteriores alterações, Portaria 782/2009, de 23 de Julho

Requisitos para Obtenção da Qualificação

Para obter o grau de Mestre o estudante deverá obter aprovação em todas as unidades curriculares (u.c.), obrigatória do curso (6 ECTS) e nas u.c. opcionais (24 ECTS) da edição. Adicionalmente, deverá obter aprovação no Projeto (30 ECTS).

Acesso a um Nível de Estudos Superior

Ao conferir o grau de mestre, este curso permite o acesso a estudos do terceiro ciclo, limitado ao quadro de condicionantes definido por cada programa doutoral.

Plano de Estudos

Engenharia Civil

Ano lectivo
2022-2023

Tipo de Curso
2º Ciclo - Mestrado de Especialização Avançada

Qualificação Atribuída: Mestre

Duração: 2 Semestre(s)

Créditos ECTS: 60.0

Categoria: Mestrado de Especialização Avançada


Candidaturas

Avisos de Abertura


Documentos

17_2022_Guião de acreditação prévia de novo ciclo de estudos

27_2022_Decisão do Conselho de Administração

19_2022_Relatório preliminar da Comissão de Avaliação Externa